Há mais 33 mortes e 1.071 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados este sábado, 27 de fevereiro, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico. É o número de mortes mais baixo desde o final de outubro.

De acordo com o primeiro-ministro, António Costa, que falou ao País esta sexta-feira, 26 de fevereiro, a propósito da renovação do Estado de Emergência em Conselho de Ministros, o "Rt [índice de transmissibilidade] teve uma ligeira subida [de 0,66 para 0.68]" e que "há uma ligeira desaceleração da redução do número de casos", em resultado de um progressivo desconfinamento dos portugueses nas últimas semanas.

Há, por isso, ainda trabalho a fazer quanto à contenção do vírus em Portugal, razão pelo qual António Costa considera que "não é ainda o tempo do desconfinamento". Contudo, compromete-se a apresentar a 11 de março o plano de desconfinamento, mas avança que será feito por fases, começando pelas escolas.

Esta data antecede o fim do 12.º Estado de Emergência, que vai vigorar entre 2 e 16 de março.

Novos dados. Homens desconfinam mais do que as mulheres
Novos dados. Homens desconfinam mais do que as mulheres
Ver artigo

Ainda este sábado, 27, está a marcar a atualidade o caso de uma criança, com 11 anos, que encontrou os pais mortos em casa, no Missouri, Estados Unidos, a 18 de fevereiro. Ambos estavam infetados com COVID-19 e a cumprir quarentena e ao que tudo indica terá sido a doença a causa da morte. "Neste momento, não temos motivos para pensar que haja outro motivo, para além da COVID-19, na origem da sua morte", afirmaram as autoridades, de acordo com a NBC.

O Estado do Missouri registrou 520 mil casos de COVID-19 e 8.404 mortes desde o início da pandemia.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.