Há mais duas mortes e 1556 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. 1049 casos foram registados na zona de Lisboa e Vale do Tejo.  São estes os dados divulgados esta quinta-feira, 24 de junho, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico referente à evolução da crise sanitária no País.

Lisboa recua no desconfinamento. Governo anuncia medidas esta quinta-feira
Lisboa recua no desconfinamento. Governo anuncia medidas esta quinta-feira
Ver artigo

Os novos dados surgem no dia em que os portugueses ficarão a saber as novas medidas para o País, após o conselho de ministros. Para já, sabe-se que irão afetar o desconfinamento na região de Lisboa e Vale do Tejo. Na zona metropolitana de Lisboa o desconfinamento pode recuar até dois meses, avançou o "Diário de Notícias". 

Apesar de a maioria dos casos diário se estarem a registar nesta zona do País, a pandemia tem-se vindo a propagar ao centro, Alentejo e, sobretudo, Algarve. Na zona sul de Portugal, a média diária de casos dos últimos 14 dias chegou esta quarta-feira, 23, a 69,9, mais do triplo do registado a 1 de junho (19,6), revelam os dados calculados pela "TSF".

Óscar Felgueiras refere que "tem-se notado um maior aumento recente, principalmente na região do Algarve".  "No entanto, mesmo as outras regiões do País têm tido crescimentos, nomeadamente o Alentejo de uma forma acentuada, e de forma mais ligeira, o centro e o norte, que têm patamares de incidências menores que as regiões do sul", disse o matemático ao mesmo jornal.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.