Portugal regista já 29.432 infetados e 1.247  mortos pelo novo coronavírus. São estes os novos dados avançados pela Direção Geral de Saúde (DGS) no boletim epidemiológico desta terça-feira, 19 de maio. Estes números representam um aumento de cerca de 223 de infetados, que equivale a 0,76%, enquanto as vítimas mortais registadas são mais 16 do que as registadas ontem.

Esta segunda-feira, 18 de maio, começa a segunda fase de desconfinamento depois do surto de COVID-19 expandir-se em Portugal, marcada pela reabertura de espaços com área superior a 400 metros, entre os quais estão restaurantes, cafés, e ainda museus ou monumentos.Também voltam à atividade as creches, o ensino pré-escolar e algumas aulas do secundário, bem como as visitas a lares.

A nova atualização do boletim surge no mesmo dia em que a Direção Geral de Saúde divulgou orientações referentes aos cuidados sobre os recém-nascidos nas maternidades.
No novo documento, é descrito que as mães infetados como o novo coronavírus poderão, ainda assim, ter contacto direto com os seus bebés desde que sejam seguidas todas as medidas de higiene para o combate ao vírus e a utilização de máscara cirúrgica.
Relatório da OMS: Afinal, a COVID-19 pode não ser transmissível através de superfícies e objetos
Relatório da OMS: Afinal, a COVID-19 pode não ser transmissível através de superfícies e objetos
Ver artigo

Os recém-nascidos que nasçam de mães infetadas deverão, ainda assim, ser testados nas 24 horas seguintes ao nascimento. Mas a Direção Geral de Saúde considera que, se o bebé estiver "clinicamente estável e assintomático, poderá ter alta acompanhado a mãe ou ficar a cargo de outro cuidador, que deverá estar saudável."

No que toca ao processo de amamentação, "as mães infetadas deverão fazê-lo com a utilização de máscara, após higiene cuidada das mãos e das mamas."

Mas se se der o caso de a mão estar clinicamente capaz de amamentar, ou ter sido definido um afastamento temporário entre mãe e filho, "a extração mecânica pode ser uma alternativa e o leite pode ser administrado por um cuidador saudável".

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.