Estamos a poucos dias de maio e do início da época balnear. Em 2021, a data prevista para o arranque da época é 15 de maio, com fim no final de outubro, começando muito antes do que aconteceu no passado — a 6 de junho. Voltamos assim a uma realidade mais próxima da pré-pandemia, contudo, vão manter-se os semáforos para ocupação, bem como as regras de distanciamento físico no areal e nos estabelecimentos, revela o "Jornal de Notícias".

O semáforo, através da aplicação Infopraia, vai voltar a ajudar os banhistas a decidir para que praia se podem dirigir mediante o sistema de cores verde (pouca lotação), amarelo (lotação elevada) e vermelho (lotação máxima). Uma vez chegados à praia, devem distanciar-se dos restantes banhistas e usar máscara sempre que vão aos bares de apoio e esplanadas. Apesar de estas regras ainda não serem oficiais, segundo o "JN", sabe-se já que serão as mesmas dado o êxito que tiveram o ano passado.

Da praia à cidade, 10 protetores solares para proteger o seu rosto — mesmo com maquilhagem
Da praia à cidade, 10 protetores solares para proteger o seu rosto — mesmo com maquilhagem
Ver artigo

No entanto, as novas normas serão clarificadas já na próxima quarta-feira, 5 de maio, dia em que está marcada uma reunião nacional dos concessionários. Para o presidente da Federação Portuguesa de Concessionários de Praia, João Carreira, as medidas do ano passado serão essenciais também este ano. "Como concessionários, somos a linha da frente do turismo e temos todo o interesse em aplicar as regras como o distanciamento entre mesas nas esplanadas e de toalhas no areal", diz.

As primeiras praias a inaugurar a época balnear a 15 de maio serão as de Cascais, Albufeira e algumas em Lagoa. Seguem-se as praias da Costa da Caparica e algumas no Litoral Alentejano em junho, sem dia fixo. Já as praias do norte, como Matosinhos, Gaia e Vila do Conde, e da zona da serra da Arrábida, Sintra ou Mafra voltarão a ter vigilância de nadadores salvadores a 12 de junho.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.