É possível que se recorde da modelo argentina Larissa Riquelme, 34 anos, que ganhou grande destaque durante os jogos do Paraguai no Campeonato Mundial de Futebol de 2010, na África do Sul. Devido aos seus decotes ousados, a modelo tornou-se num fenómeno da internet e ficou mundialmente conhecida. Depois de ganhar o título de “musa do Mundial de futebol de 2010”, posou para "Playboy Brasil", participou em novelas e até foi convidada para apresentar um programa na televisão brasileira.

Só que tudo mudou quando, em 2017, uma acusação de pedofilia recaiu sobre a família. Casada com Jonathan Fabbro, 37 anos, a sobrinha acusou o futebolista médio ofensivo de abusos sexuais. O jogador representava BUAP Lobos de Puebla, da primeira divisão do México, até ser detido em maio de 2018 e enviado para a prisão de Marcos Paz, Buenos Aires. Em agosto deste ano chegou a sentença: Jonathan Fabbro foi considerado culpado e condenado a 14 anos de prisão.

O marido da modelo está preso por alegadamente ter abusado da sobrinha

Larissa Riquelme mantém-se ao lado do marido. Durante toda a investigação e julgamento, a modelo continuou a defender o marido. Ao jornal "Peru 21", afirmou: "Ele é muito forte, embora agora viva do que ganhou durante sua carreira... Ele agiu mal e havia muitas coisas fora do sítio. Pedimos apenas que a coisa certa seja feita, que seja feita justiça e que os verdadeiros culpados paguem pelos danos causados."

Esta terça-feira, 12 de novembro, a modelo partilhou uma foto no Instagram, onde tem quase um milhão de seguidores, depois de visitar o marido na prisão. Na descrição pode ler-se: “Carinha mais do que feliz. Com as baterias recarregadas de energia, de amor puro por ele”.

Fotografia partilhada na página de Instagram da modelo

No entanto, a prisão do marido não tem sido fácil para a modelo. Na quinta-feira, 14, Larissa contou através do Instagram que o pai tinha sido espancado depois de querer cortar uma árvore que estava em risco de cair na sua habitação.

"Hoje, o meu pai, um homem que é maior de idade e merece o devido respeito como qualquer outra pessoa de idade, foi agredido de forma cobarde e temeu pela sua vida". A modelo explicou que apresentou queixa e acrescenta que na semana anterior envenenaram o seu cão. Pelo acumular de situações que considera que estão a colocar a sua família em risco, Larissa garante que vai continuar a partilhar todos os acontecimentos nas redes sociais para que fiquem registados.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.