Uma jovem de 17 anos foi abusada sexualmente esta terça-feira à noite, 2 de agosto, quando estava a descansar por não se sentir bem dentro da tenda do parque de campismo do festival do Meo Sudoeste, na Zambujeira do Mar, Odemira. A menor não terá sido a única a ser vítima de abusos sexuais no local.

A menor de 17 anos foi a única a apresentar queixa formal, já depois de o suspeito ter sido identificado no local, tendo o caso sido encaminhado para a Polícia Judiciária, disse fonte da GNR ao "Correio da Manhã".

Vítima de padre afastado pelo Patriarcado revela pormenores da violação. "Gritava para ele parar e ele não parou"
Vítima de padre afastado pelo Patriarcado revela pormenores da violação. "Gritava para ele parar e ele não parou"
Ver artigo

Tudo aconteceu na noite de terça-feira, 2, primeiro dia do festival e foram os amigos da vítima que se aperceberam da situação. "Quando os amigos voltaram, estava um rapaz a sair da tenda e foram confrontá-lo porque a menina estava a chorar e a puxar os calções para cima. Dizia que não queria que aquilo tivesse acontecido", disse a mesma fonte.

A GNR apareceu depois e levou o suspeito.

Não se sabe se será o mesmo de outros crimes sexuais que ocorreram no local, mas a GNR confirma mais duas situações de abusos sexuais no Meo Sudoeste.

O festival — cuja organização disse ao "CM" desconhecer o caso — decorre até sábado, 6 de agosto, na Zambujeira do Mar.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.