A ministra da Saúde, Marta Temido, ter-se-á deslocado para uma ação de campanha eleitoral do Partido Socialista que decorreu esta sexta-feira, 17 de setembro, numa das viaturas oficiais do governo, noticia o jornal "Observador". Em causa, pode estar um crime de de peculato de uso, segundo um especialista ao mesmo jornal.

Marta Temido tornou-se militante do PS no congresso que decorreu no fim de semana de 28 e 29 de agosto, no Portimão Arena, evento no qual a também ministra da Saúde recebeu o cartão de aderente ao PS entregue pelo secretário-geral do PS e primeiro-ministro, António Costa. Tem decorrido várias ações de campanha do partido, mas esta última tornou-se polémica pelo alegado uso da um carro do Executivo pela nova militante. 

Líder do PAN avança com queixa ao Ministério Público após receber ameaças de morte
Líder do PAN avança com queixa ao Ministério Público após receber ameaças de morte
Ver artigo

A mais recente militante do PS começou o dia a tomar o pequeno-almoço com o candidato socialista à Câmara Municipal do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro. O encontro aconteceu no café Guarany, na Avenida dos Aliados, onde Marta Temido terá chegado através da viatura do governo. O "Observador" questionou o Ministério da Saúde sobre o tema, mas não obteve qualquer confirmação sobre o uso da viatura.

Depois de despir o papel de militante, Marta Temido voltou a assumir o cargo de governante e fez de seguida uma visita ao Pavilhão das Pedras, em Gaia, no qual funciona um centro de vacinação — onde recebeu a medalha de ouro do município por serviços prestados na pandemia. Daí voltou ao Porto para encerrar o dia no 12.º Encontro Nacional das Unidades de Saúde Familiar.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.