Há mais 4 mortes e 1.298 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados esta sexta-feira, 18 de junho, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico referente à evolução da crise sanitária no País.

Os dados são divulgados no mesmo dia em que toda a Área Metropolitana de Lisboa passa a ficar interdita a qualquer entrada ou saída de cidadãos. A ideia, segundo explicou esta quinta-feira, 17, a ministra Mariana Vieira da Silva, tem como objetivo impedir que a "elevada incidência que neste momento se faz sentir nesta região não se transporte para fora dela". Há, no entanto, algumas exceções que permitem deslocações, nomeadamente aquelas que aconteçam em contexto profissional ou por motivos de saúde.

Proibida a circulação de e para Lisboa aos fins de semana. Medida entra em vigor na sexta-feira
Proibida a circulação de e para Lisboa aos fins de semana. Medida entra em vigor na sexta-feira
Ver artigo

As deslocações estão permitidas, mesmo que durante o fim de semana, com destino a escolas, faculdades, creches ou ATLs e são permitidas também a menores e aos respetivos acompanhantes. Deslocações para ações de formação no trabalho, exames escolares, inspeções, atos processuais ou atendimento em serviços públicos também são permitidas.

Neste caso, no entanto, o cidadão deve fazer-se apresentar de um comprovativo de agendamento desse serviço. Outra das exceções prevista diz respeito às deslocações para áreas de residência comprovada ou para o regresso a casa.

As restrições passam a ser aplicadas às 15 horas desta sexta-feira e serão levantadas às 6 horas de segunda, 21.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.