Desde o final de agosto que é possível descarregar, mas só esta terça-feira, 1 de setembro, é que foi oficialmente apresentada a STAYAWAY COVID, a aplicação gerida pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) que o notifica caso tenha estado em contacto próximo de alguém infetado pelo novo coronavírus e que esteja registado na app.

A apresentação decorreu no Instituto Superior de Engenharia do Porto, contando com a presença do primeiro-ministro, António Costa. "Já a tenho", disse, apelando ao resto dos portugueses.

Entretanto, já se contabilizaram 80 mil ddescargas da aplicação, que foi construída respeitando o diploma aprovado pelo Governo no final de julho e que prevê a obrigatoriedade de a aplicação de rastreio respeitar a legislação e regulamentação sobre protecção de dados e cibersegurança. 

COVID-19. Cuidado: não instale a app Covid-19 Tracker — Saiba os perigos
COVID-19. Cuidado: não instale a app Covid-19 Tracker — Saiba os perigos
Ver artigo

Apenas os contactos próximos e de duração superior a 15 minutos com alguém infetado serão registados. Os utilizadores são livres de decidir se querem registar-se na aplicação como casos positivos, através da atribuição de um código, entregue pelo profissional de saúde, que poderá ser inserido na STAYAWAY COVID.

A app, desenvolvida pelo Instituto de Engenhaia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) funciona por Bluetooth, sistema de comunicação sem fios que permite que os telefones se reconheçam e enviem as tais notificações a quem tenha estado em contacto com uma pessoa que tenha sido infetada nos 14 dias anteriores.

A STAYAWAY COVID está disponível, gratuitamente, na AppStore e GooglePlay.

Curioso? Conheça a app, em dez 10 imagens.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.