CBD é a abreviação de canabidiol, um dos mais de 100 compostos chamados canabinóides, encontrados da planta cannabis. Sim, vem da planta cannabis, mas não, não tem efeitos psicoativos. Aliás, o tetra-hidrocanabinol (THC) é o principal responsável por tais efeitos. E sim, é legal, se for extraído do cânhamo industrial e rotulado corretamente.

O CBD é estudado há vários anos e os investigadores têm descoberto um enorme potencial terapêutico neste canabinóide. Hoje em dia sabe-se que o canabidiol não tem efeitos psicoativos, não causa dependência, nem tem contra-indicações formais por parte da comunidade científica. Além disso, é recomendado em diversas patologias graves, inclusive em crianças.

O seu uso generalizado chegou também à cosmética, onde é já bastante popular. "Agora, vê-se o CBD mais como uma vitamina”, diz Cláudia Mata, que criou a marca de cosmética Vertly, feita com CBD, à revista "Allure".

9 marcas de cosmética que vendem produtos vegan
9 marcas de cosmética que vendem produtos vegan
Ver artigo

Marta Ferreira do blog “A pele que habito", ligado à cosmética com base científica, explica à MAGG que o CBD "é muitas vezes associado a redução da inflamação cutânea, mesmo que essa ação apenas possa ser atribuída a medicamentos". Isto alinha-se com a "tendência de mercado para usar ingredientes de origem natural em produtos cosméticos, mesmo que muitas vezes estes ingredientes não tragam qualquer benefício adicional".

Embora esta molécula tenha começado a ser mais usada nos últimos anos, o óleo da semente de cannabis, sem compostos psicoativos já é utilizado por marcas como a The Body Shop há mais de 20 anos.

Apesar de não ser novo, é para muitos uma novidade e, por isso, fomos falar com quem mais sabe do assunto para perceber de que forma esta substância pode trazer vantagens quando usada na cosmética.

Luana Pombo, maquilhadora profissional e assessora de imagem, acredita que o CBD trará mais benefícios que desvantagens, até porque falamos aqui de uma erva medicinal. “O seu óleo tem propriedades importantes e a forma como é manipulada separa bom do mau. O seu uso é benéfico para a beleza, ajuda na pele inflamada, ajuda no anti-envelhecimento, e é natural.”

A makeup artist, Raquel Bernardo, refere que o crescimento da popularidade desta substância acontece exatamente por haver tantos benefícios num só componente. "É realmente fascinante ver estes passos a serem dados no mundo da makeup e ver a cannabis a ser associado a skin care de luxo, quando ainda há algum tempo o uso destas substâncias era alvo de estigma."

Já Marta Ferreira diz que apesar de o CBD possuir alguma ação antioxidante e anti-inflamatória, demonstradas em condições experimentais, não existem ensaios clínicos conclusivos que demonstrem que o CBD possa oferecer algum benefício significativo para a pele. "Até hoje, há apenas um estudo realizado com humanos que reporta melhorias na qualidade de vida e no estado da pele de pacientes com patologias cutâneas inflamatórias. No entanto este estudo tem várias falhas: o produto não contém apenas óleo de CBD, há falta de um grupo de controlo, o número de participantes foi reduzido, e falta a inclusão de pacientes com patologias distintas. Tudo isto não permite retirar qualquer conclusão.”

O diagnóstico do tipo de pele, bem como o aconselhamento correto sobre os ingredientes a evitar, devem ser determinados caso a caso pelo médico dermatologista.”Mas em determinados tipos de pele, existem componentes que podem ter efeitos indesejados, devendo ser evitados”, salienta a especialista.

Pele oleosa e acneica: evitar produtos que contenham óleos, silicones (dimethicone, dimethiconol, dimethicone copolyol, cyclomethicone, phenyl trimethicone) e petrolatos (petroleum jelly, petrolatum, mineral oil). “Estes ingredientes formam uma barreira oclusiva na superfície da pele, que pode obstruir os poros e desencadear e/ou agravar a acne”, alerta a especialista.

Pele sensível: evitar produtos que contenham substâncias irritativas para a pele, como álcool, perfumes, determinados ingredientes anti-envelhecimento (como retinóides, alfa-hidroxiácidos), conservantes (parabenos, metilisotiazolinona) e sulfatos (sodium lauryl sulphate, sodium laureth sulphate). Helena Toda Brito realça que “os perfumes e conservantes, para além de serem potencialmente irritativos para a pele, são os principais responsáveis por reações alérgicas aos cosméticos”.

Pele alérgica: em caso de reação alérgica, “é importante realizar testes epicutâneos para determinar qual ou quais os ingredientes específicos responsáveis pela alergia, e que devem ser evitados futuramente”, conclui a dermatologista.

Os produtos cosméticos comercializados em Portugal estão sujeitos a uma legislação europeia rigorosa, que determina quais as substâncias que podem ser utilizadas e, caso existam, quais as restrições à sua utilização (como a concentração máxima, menção obrigatória no rótulo, etc).

“Uma vez que só é permitida a utilização de substâncias incluídas nas listas aprovadas, não podemos falar em ingredientes proibidos ou perigosos”, adiantou à MAGG Helena Toda Brito, dermatologista no Hospital Lusíadas Lisboa.

As marcas que utilizam o CBD usam-no maioritariamente para prevenir e cuidar da pele seca, irritada e inflamada com acne, psoríase ou com erupções cutâneas. É também utilizado por ter um grande poder anti-inflamatório, antioxidante e por conter várias vitaminas que podem ajudar não só no acne como no eczema.

De acordo com Marta Ferreira, a evidência científica diz que o seu uso pode reduzir a produção de sebo, o que tornaria este composto útil para o cuidado da pele acneica. "No entanto não sabemos se o CBD chegará aos alvos onde deve atuar para exercer qualquer uma destas ações, ou se será seguro nas concentrações para as quais seria eficaz", refere. Apoiando este pensamento, Raquel Bernardo acrescenta que todos temos uma pele diferente e o que é benéfico para uns pode ser prejudicial para outros. "Por isso, o melhor é sempre testar mas aconselhado por profissionais."

Ainda assim, existem já várias marcas de maquilhagem no mercado que contêm algo com CBD nas suas coleções. Pedimos ajuda a Luana Pombo para escolher a escolha e todos os produtos estão à venda na loja Sephora.

Máscara facil- Multi-sensorial Masks (Sephora Collection)

cbd cosméticos

Sérum Regenerador (Ho Karan)

cbd cosméticos

KUSH High Volume Mascara (Milk Makeup)

cbd cosméticos

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.