Alec Baldwin vai ser acusado de homicídio involuntário na morte de Halyna Hutchins, diretora de fotografia do western "Rust", que morreu em outubro de 2021, depois de o ator de 64 anos a alvejar acidentalmente.

Alec Baldwin processado por “jogar roleta-russa com a arma sem ver se estava carregada”
Alec Baldwin processado por “jogar roleta-russa com a arma sem ver se estava carregada”
Ver artigo

Para além de Baldwin, também Hannah Gutierrez-Reed, responsável pelas armas da produção, será acusada do mesmo crime pelo estado do Novo México, Estados Unidos, que revelou esta quinta-feira, 19, as acusações.

Tanto o ator como a responsável de armamento arriscam uma pena de prisão de um máximo de 18 meses, caso sejam considerados culpados. Dave Halls, assistente de realização, declarou-se culpado de negligência no que diz respeito ao cuidado com as armas, que não deveriam conter munições verdadeiras.

"Se uma destas três pessoas — Alec Baldwin, Hannah Gutierrez-Reed ou David Halls — tivesse feito o seu trabalho, Halyna Hutchins estaria viva. É tão simples assim", disse Andrea Reeb, promotora pública encarregada do caso, tal como escreve o "Daily Mail". "As provas demonstram um claro padrão de desrespeito pela segurança no cenário de 'Rust'", acrescentou.

Em outubro de 2022, um ano depois da morte de Halyna Hutchins, a família da diretora de fotografia decidiu chegar a um acordo extrajudicial com o ator. Alec Baldwin, que além de protagonista, era também produtor do filme, foi, juntamente com outras pessoas, processado em fevereiro de 2022 pela família de Hutchins por homicídio por negligência.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.