Diogo Carmona, o ator de 23 anos que sofreu um grave acidente em 2019 que levou à amputação da perna esquerda, foi condenado a quatro anos de prisão com pena suspensa pelo Tribunal de Cascais. O jovem ator foi condenado após terem sido dadas como provadas as acusações feitas pelo Ministério Público de crimes de violência doméstica contra a avó materna e ofensas à integridade física da mãe, Patrícia Carmona, episódios que ocorreram em 2017 e 2018, avança o "Correio da Manhã".

Depois de dois anos em tribunal, Diogo Carmona vai ter de manter distância da avó materna, não podendo aproximar-se a menos de 400 metros da familiar. A sentença ditou também que o ator vai ser obrigado a participar num programa especial para arguidos condenados pela prática de violência doméstica, devido ao seu perfil violento, e terá de pagar uma indemnização de mil euros à avó materna e de 91,90€ à mãe, referentes a despesas hospitalares.

Diogo Carmona em guerra com a mãe — dinheiro e violência doméstica em causa
Diogo Carmona em guerra com a mãe — dinheiro e violência doméstica em causa
Ver artigo

Jorge Santos, advogado de Diogo Carmona, já avisou que vai recorrer da decisão e mostrou-se surpreso com o desfecho da batalha judicial. "Estou completamente estupefacto com a sentença, especialmente com o teor. Na nossa ótica continuamos a defender que o Diogo não praticou os atos. Isto não se tratou mais de uma história, especialmente de uma das queixosas, para desviar as atenções daquilo que realmente importa, que é o Diogo ter chegado aos 18 anos e ter visto que o seu dinheiro desapareceu da conta", contou o advogado à mesma publicação, referindo-se às acusações de que Patrícia Carmona terá, alegadamente, roubado todo o dinheiro que o filho conseguiu juntar enquanto ator infantil. Recorde-se que Diogo Carmona estreou-se na novela "Floribela", na SIC, e ganhou notoriedade a seguir a esse projeto.

"Obviamente vamos recorrer com a mesma convicção com que fizemos a audiência, porque o Diogo merece ser absolvido dos atos que não praticou, e ficou completamente transtornado com a sentença porque não estávamos sinceramente à espera", reforçou Jorge Santos, que revelou que o seu cliente "está muito revoltado". Também a avó paterna de Diogo Carmona, com quem o jovem vive atualmente, se mostrou indignada com a decisão do tribunal. De acordo com o "Correio da Manhã", a avó do ator acusou a juíza depois de ouvir a sentença, afirmou que esta não devia ser mãe e ainda referiu que Patrícia Carmona, a mãe de Diogo, tentou matar o neto.

À saída do tribunal, Diogo Carmona confirmou aos jornalistas que esperava ser absolvido, e revelou que está prestes a contar a sua versão dos acontecimentos num livro. "Acima de tudo, a ordem, a progressão, a bondade são valores que eu estimo e vou continuar a bater na mesma tecla", afirmou o ator, tal como escreve a "TV 7 Dias". "Estou a escrever um livro autobiográfico. Vou retratar a minha vida toda".

Depois de um grande período sem trabalhar na área da representação, e de um grave acidente na linha de Cascais — Diogo foi colhido por um comboio e ficou sem a perna esquerda —, o ator está de regresso à televisão. Vai integrar o elenco da segunda temporada da novela "Golpe de Sorte", da SIC, que deverá estrear-se até ao final do ano.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.