Após dois anos sem falar com a comunicação social sobre o assunto, Daniel Souza quebrou o silêncio sobre a alegada violência doméstica praticada no casamento com Luciana Abreu no programa “Goucha”, da TVI.

“Continuo a ser inocente e vítima de violência psicológica dos tempos em que vivi naquela casa”, garantiu o ex-marido de Luciana Abreu, que aceitou conversar com Manuel Luís Goucha antes da leitura da sentença anunciada na passada quarta-feira, 6 de abril para que, nas suas palavras, “a verdade fosse reposta e ouvida a outra versão”. 

“Como viveu estes anos não se podendo defender na praça pública?”, começou por questionar o apresentador. “Vivi um autêntico terror psicológico e foi difícil lidar com todas as notícias que iam saindo”, respondeu o guia turístico há quase 20 anos. 

Daniel Souza afirmou que toda a situação com a ex-mulher o fez sentir-se  “drenado, sem luz”, tendo necessitado de terapia para voltar “a respirar e ao que era antes”. “Desesperadamente chorei e gritei”, confessou a Manuel Luís Goucha. 

Luciana Abreu já terá novo namorado, mas não consegue divorciar-se por causa da COVID-19
Luciana Abreu já terá novo namorado, mas não consegue divorciar-se por causa da COVID-19
Ver artigo

Segundo Daniel Souza, os problemas do casal começaram em 2018 após o nascimento das gémeas, quando se apercebeu de rituais que eram feitos em casa. Descreveu que eram queimadas velas e folhas secas “que deitavam um cheiro insuportável”.

"Fiquei preocupado por as minhas filhas prematuras estarem a cheirar aquilo", disse. Além disso, o ex-marido de Luciana Abreu afirma que emprestou dinheiro à atriz e sempre que tentava falar sobre o assunto criava-se mau ambiente em casa.

"Houve discussões rotineiras quando se tratava desses temas, mas nunca houve violência física. Aliás, nesses termos, eu é que fui vítima. Levei empurrões e fui alvo de terror psicológico. Fui descartado quando viram que eu não correspondia economicamente ao que esperavam", constatou.

Daniel Souza exige 200 mil euros a Luciana Abreu para concluir divórcio
Daniel Souza exige 200 mil euros a Luciana Abreu para concluir divórcio
Ver artigo

Em 2019, houve uma tentativa de reconciliação que não funcionou e, por isso, avançaram para o divórcio, que foi decretado em 2021, indica o JN

“Alguma vez a abusou ou violou?”, perguntou Manuel Luís Goucha e o empresário, que diz que todo o processo crime é uma estratégia elaborada pela atriz, de forma a conseguir manter a sua imagem pública limpa, respondeu: “Isso é ridículo. É uma das acusações que não foi provada, nem aceite pelo juiz. Ela queixava-se que não tínhamos relações, era precisamente o contrário".

O entrevistado ressalvou ainda que o objetivo de falar agora não é para “fazer o papel de vítima”, até porque sente-se uma pessoa “completamente renovada e consciente do que se passou”, que diz confiar na justiça divina. "É-me indiferente a decisão do tribunal, porque não me vejo nas acusações que foram feitas", sublinhou.

Além de falar sobre o processo em tribunal em que é arguido, Daniel Souza abordou a degradação do casamento com Luciana Abreu, que terminou em divórcio, e também a paternidade. “Foi-me impedido o acesso às minhas filhas a partir de um email que dizia terem sido mudadas as fechaduras de casa”, revelou, acrescentando que depois começou a ver as filhas de 15 em 15 dias. "A última vez que vi as minhas filhas foi em março de 2020, até porque a mãe das minhas filhas nunca me deixou fazer videochamada com elas."

 Luciana Abreu já reagiu à entrevista do ex-marido

Depois de saber que o ex-marido ia ser entrevistado na TVI, Luciana Abreu, de 36 anos, reagiu com um comunicado, publicado no Instagram na passada segunda-feira, 8, onde escreveu: "Não levarei para fora do tribunal o que é do tribunal, nem utilizarei os meios de comunicação social para influenciar sentenças ou para denegrir ou afectar a vida das minhas filhas. Elas não nos perdoarão."

Na mesma partilha, a atriz garantiu que não ia assistir à entrevista, até porque só vê o canal onde trabalha. "A SIC é uma televisão que me merece confiança pela verdade das notícias e porque é uma televisão de causas, nomeadamente o apoio que tem dado às vítimas de violência doméstica."

Atriz quer doar eventual indemnização a instituição de apoio às vítimas de violência doméstica

A decisão do tribunal de Cascais em condenar o empresário soube-se na passada quarta-feira, 6. Foi condenado, mas a pena poderá só ser conhecida a 4 de maio, segundo o "Jornal de Notícias".

A atriz da SIC poderá receber uma eventual indemnização de três mil euros, valor que exigiu ao ex-marido, e pretende doá-la à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), uma das entidades que presta apoio, confidencial e gratuito, a vítimas de violência doméstica — a linha de apoio 116 006 funciona nos dias úteis, das 8h às 22h.

Luciana Abreu divorciou-se do pai das gémeas, Amoor e Valentine, de 5 anos, em 2021, após dois anos a tentar a reconciliação. A artista da SIC é também mãe de Lyannii, de 10 anos, e de Lyonce, de 11, que nasceram do primeiro casamento da artista com Yannick Djaló.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.