416 páginas que podem causar ainda mais discórdia no seio da família real britânica: o polémico livro de memórias do príncipe Harry já tem data de lançamento, título e capa. "Spare", uma palavra cuja tradução mais aproximada em português é suplente, vai chegar às livrarias apenas no próximo ano, mais concretamente a 10 de janeiro de 2023. De acordo com o "New York Times", o duque de Sussex terá assinado um contrato no valor de 20 milhões de euros com a editora, a Penguin Random House, para escrever o livro. 

Harry e Meghan são "pobres" para o estilo de vida de Hollywood. "Vivem numa humilde cabana", diz jornalista
Harry e Meghan são "pobres" para o estilo de vida de Hollywood. "Vivem numa humilde cabana", diz jornalista
Ver artigo

O livro, que estará a deixar os membros da família real num estado de nervos, deveria ter sido lançado até ao final deste ano, mas a sua data de publicação acabou por ser atrasada. Não são claros os motivos que levaram a esta mudança, mas tal pode ter que ver com a morte de Isabel II, a 8 de setembro, refere a CNN Business. Harry acabou por juntar-se à família para as cerimónias fúnebres da avó, e o atraso na publicação do livro pode dever-se à opção de incluir no projeto o relato desses dias.

Quanto ao título, "Spare", o mesmo pode ter uma ligação com a expressão "the heir and the spare" (algo como o herdeiro e o suplente), aplicando-se à relação com o irmão, William, o herdeiro do trono britânico. Antes de o irmão se casar, Harry ocupava o segundo lugar na linha de sucessão ao trono britânico, o que mudou após o casamento de William com Kate Middleton, e subsequente nascimento de George, Charlotte e Louis, atirando o duque de Sussex para o quinto lugar.

O título também pode ter que ver com a ideia de Harry em relação ao seu papel na família real, principalmente desde que prescindiu do título de membro sénior, juntamente com a mulher, Meghan Markle, e deixou o Reino Unido, mudando-se para os Estados Unidos no início de 2020.

Spare
A capa de "Spare"

De acordo com a Penguin Random House, a editora responsável pela publicação do livro de memórias de Harry, "Spare" é "cru, inabalavelmente honesto e um marco cheio de introspeção, revelações, autoanálise  e sabedoria acerca do eterno poder do amor sobre a dor", pode ler-se em comunicado. "Para o Harry, é a história dele, finalmente."

A capa de "Spare" também já foi divulgada: podemos ver uma foto do rosto de Harry a olhar diretamente para a câmara. A fotografia é da autoria de Ramona Rosales.

A editora adiantou também que o príncipe Harry vai doar parte dos lucros do livro a várias instituições de solidariedade britânicas, e para além da publicação em países como o Reino Unido, Estados Unidos, Austrália, Canadá e Irlanda, entre outros, estão previstas traduções em mais de 15 idiomas.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.