A mais recente edição da MetGala já aconteceu na passada segunda-feira, 2 de maio, mas o vestido eleito por Kim Kardashian para desfilar na passadeira vermelha continua a ser tema de conversa. O peso que a socialite perdeu para usar um icónico vestido de Marilyn Monroe está a monopolizar as atenções, mas o personal trainer (PT, na abreviatura em inglês, ou "treinador pessoal", em português) da socialite já se manifestou. Segundo conta, acompanhou todo o processo e nunca se tratou de "passar fome".

"Tive de perder sete quilos em três semanas". Foi em entrevista à revista "Vogue" que Kim Kardashian revelou o peso que perdeu para conseguir vestir o vestido que a estrela de Hollywood usou para cantar os parabéns ao ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy, em 1962. Um modelo que veio diretamento do museu para o corpo da influenciadora e que é habitualmente armazenado num cofre escuro, a 68ºC e entre 40 a 50% de humidade, como revela a "Page Six".

Kim Kardashian usou o vestido de Marilyn Monroe só na passadeira vermelha. Depois, mudou para uma réplica
Kim Kardashian usou o vestido de Marilyn Monroe só na passadeira vermelha. Depois, mudou para uma réplica
Ver artigo

O visual de Kim arrecadou centenas de elogios, mas foi o momento em que a socialite contou que não comeu hidratos para perder peso que se revelou alvo de escrutínio. Tanto por internautas como por figuras públicas. Como é o caso da estrela de "Riverdale" Lili Reinhart, que expressou a sua indignação via Instagram.

A atriz classificou a dieta de Kim Kardashian como "tão errada" e "rebuscada a 100 níveis diferentes". Isto porque, no dia do evento, segunda-feira, 2, Kim  havia revelado, em entrevista à "Vogue", que "fazia sauna duas vezes por dia, [que] corria" e  que tinha cortado "completamente o açúcar e hidratos e apenas comia vegetais e proteínas".

Ainda assim, à data, a socialite tinha garantido:"não morri de fome, mas era muito rigorosa".

Depois disso, Kim não chegou a responder diretamente a nenhuma crítica nem teceu comentários sobre a polémica, mas partilhou uma imagem temporária na aplicação (vulgarmente conhecida por "storie"), esta sexta-feira, 6, na qual se lia: "estejam disponíveis para aprender. Sejam mente aberta. Não estão sempre certos". 

É possível perder peso de forma "saudável", diz treinador de Kim

Já Don-A-Matrix, treinador pessoal da socialite, acabou por comentar esta onda de críticas. Numa entrevista à TMZ, defendeu a cliente e garantiu que a atual forma física de Kim Kardashian é fruto de "uma dieta equilibrada" aliada a "trabalho".

Segundo conta, nunca se tratou de "passar fome", mas de um processo "saudável". Admite que a socialite, por vezes, não comia tanto, mas que o foco estava essencialmente no ginásio e no trabalho que fazia. "Chegava a treinar duas vezes por dia", avança. "É possível perder 20 pounds (cerca de 9 quilos) de uma forma saudável", acrescentou. 

Mas os comentários do profissional não ficaram por aqui. Don-A-Matrix recorreu ainda ao Instagram para confessar que não entendia o porquê de as pessoas terem ficado "tão ofendidas" com o facto de Kim querer perder 16 pounds (cerca de 7 quilos) para usar o vestido de Marilyn Monroe.

Na mesma publicação, o especialista equiparou o processo de Kim ao de muitos atores e ao que acontece frequentemente na indústria cinematográfica e terminou o texto com palavras de apoio à cliente. "Trabalhaste muito para caber neste icónico vestido. Às vezes até duas vezes por dia. Ver o quão bem sucedida és e o quanto te continuar a dedicar é inspirador", lê-se.

Ainda que com menos 7,3 kg, Kim Kardashian teve dificuldade em apertar o fecho traseiro do vestido. A celebridade norte-americana acabou por unir as duas partes com um laço e cobrir o restante espaço com um casaco, explica o "El Mundo".

Afinal, Kim Kardashian não usou só um, mas dois vestidos de Marilyn Monroe

Ainda o primeiro vestido estava a ser alvo de escrutínio público, quando Kim Kardashian lançou outra bomba. Afinal, a socialite não usou só um, mas dois vestidos de Marilyn Monroe. O primeiro, de que temos vindo a falar, enquanto desfilava na passadeira vermelha ao lado do namorado, Pete Davidson, e, um segundo, na festa que aconteceu após a gala.

E foi através de uma publicação no Instagram, esta sexta-feira, 6 de maio, que a socialite revelou que usou ainda um outro look da artista. No caso, um vestido verde e justo, repleto de lantejoulas, que Marilyn Monroe levou aos Globos de Ouro, em 1962.

"A completar a minha noite, depois da MetGala, tive ainda a honra de usar o vestido Normal Norell, da Marilyn Monroe, que a própria usou nos Globos de Ouro, em 1962, e onde recebeu o Prémio Henrietta de Melhor Filme. Será para sempre um dos maiores privilégios da minha vida poder canalizar a minha Marilyn interior desta maneira, numa noite tão especial", referiu, na legenda da imagem.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.