O príncipe William batalhou contra a COVID-19 em abril. A notícia é avançada esta segunda-feira, 2 de novembro, pelo diário britânico "The Sun". Embora não haja qualquer confirmação oficial, o tabloide adianta que o filho mais velho do príncipe Carlos e da princesa Diana contraiu a doença pouco tempo antes de o seu pai e do primeiro-ministro Boris Johnson também terem sido diagnosticados com COVID-19.

A BBC, apesar de não ter uma reação oficial de Buckingham, obteve confirmação junto de fontes ligadas à casa real britânica de que William lutou de facto contra a doença.

Zanga entre William e Harry é pior do que se esperava, revela autor de livro explosivo
Zanga entre William e Harry é pior do que se esperava, revela autor de livro explosivo
Ver artigo

William fez quarentena na casa de família em Norfolk, e nem Kate nem os filhos, George, Charlotte e Louis, ficaram doentes.  Durante o mês de abril, o neto da rainha Isabel II continuou a trabalhar a partir de casa e fez 14 telefonemas e videochamadas. No entanto, fontes citadas pelo "The Sun" avançam que o príncipe foi bastante afetado pela doença. "Numa determinada fase teve dificuldades em respirar, por isso toda a gente à volta dele estava em pânico", adiante uma fonte ao jornal.

O tabloide britânico revela ainda os motivos que fizeram com que William não revelasse publicamente o seu estado de saúde, ao contrário do que fez o pai e, no mesmo período, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson, que chegou a estar nos cuidados intensivos. O príncipe não quis criar ainda maior ansiedade numa nação profundamente abalada com o isolamento social e com os números galopantes de casos positivos e mortes.

O Reino Unido regista, desde o início da pandemia, 1 034 914 casos positivos e 46 717 provocados pelo SARS-CoV2.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.