No palco de um dos momentos mais aguardados do ano, a Super Bowl, que marca a final do campeonato da National Football League (NFL), Shakira e Jennifer Lopez juntaram forças latinas para dar início a uma das performances mais esperadas da noite no intervalo do jogo.

Ambas as cantoras, desde que anunciaram a estreia no intervalo da Super Bowl, a 26 de setembro, partilhavam nas redes sociais o desenvolvimentos dos treinos para a grande performance, sem revelar demasiado daquilo que iria acontecer a 2 de fevereiro.

Mas finalmente chegou o dia da atuação, e em apenas 12 minutos deram tudo o que têm mostrado em anos de carreira: 20 canções, dança do ventre, surf em grupo, pole dance e até uns toques na bateria.

Parte do momento de pole dance que Jennifer Lopez partilhou no Instagram

As cantoras sucedem os Maroon 5, que atuaram no ano passado na Super Bowl, mas tudo nesta performance foi diferente. Não só pelo facto de o intervalo não pertencer apenas a um artista, como também por juntar os ritmos latinos na voz e na dança, que caracterizam todas as suas atuações.

Shakira abriu o palco dizendo "Olá, Miami!" e começou a atuação de forma estrondosa ao som do tema "She Wolf" de David Guetta, marcando ainda os primeiros momentos com uma expressão vocal arábica, zaghrouta. Esta foi uma noite em cheio para cantora, não só por atuar no grande evento, mas também por completar 43 anos.

Logo de seguida, Jennifer Lopez entrou em palco, mas não pelo próprio pé. Foi em cima de uma réplica do Empire State Building que começou a cantar, passando depois para o palco onde dançou staccato e pole dance.

JLo, como é conhecida a autora do tema "If You Had My Love", começou a atuação com uma roupa de couro preto, mudando um fato brilhante em tons claros para cantar "Let's Get Loud", acompanhada da filha Emme Maribel Muñiz, de 11 anos, momento em que exibiu orgulhosamente uma bandeira de Porto Rico em pelo.

Jennifer Lopez com a filha Emme Maribel Muñiz

Antes de cantar este tema, JLo referiu que seria dedicado a Kobe Bryant, que morreu a 26 de janeiro num acidente de helicóptero, onde seguia também a filha de 13 anos, Gianna. Para homenagear o jogador de basquetebol, surgiu uma cruz gigante que iluminou com o campo do Hard Rock de Miami com amarelo e roxo, as cores da equipa de Bryant, o Los Angeles Lakers.

J.Lo e Shakira não vão ser pagas para atuar no Super Bowl. Porquê?
J.Lo e Shakira não vão ser pagas para atuar no Super Bowl. Porquê?
Ver artigo

Antes da atuação, Jlo mostrou-se ansiosa por subir ao palco: "Tão entusiasmada por partilhar o palco contigo hoje à noite @Shakira! Vamos mostrar ao mundo o que duas pequenas raparigas latinas conseguem fazer", descreve ao lado de uma fotografia onde abraça a cantora de "Waka Waka", música que marcou a Copa do Mundo em 2010, na África do Sul.

Shakira revelou em setembro à Reuters que a presença das duas artistas na Super Bowl era muito simbólica: "Sinto que temos uma grande responsabilidade para com os latinos de todo o mundo".

Agora que a atuação já aconteceu, Shakira e Jennifer Lopez parece que estiveram mesmo à altura do desafio, acabando assim por ser "uma noite que mostrou o quanto os latinos têm para oferecer", disse Shakira numa fotografia publicada no Instagram depois da atuação, onde aproveitou para agradecer a JLo.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.