Os açambarcamentos feitos há semanas nos supermercados não foram apenas de papel higiénico. Os enlatados também fugiram das prateleiras — houve um aumento de 79% nas vendas de conservas na semana de declaração do estado de emergência, de acordo com os dados da consultora Nielsen — para o caso de a pandemia agravar-se e não podermos mesmo sair de casa.

Isso não chegou a acontecer, mas agora há mini stocks de conservas de pescado e leguminosas em casa. Para lhes dar uso, de forma saudável, o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) da Direção-Geral da Saúde (DGS) e a (Estratégia Integrada para a Promoção da Alimentação Saudável (EIPAS) decidiu lançar um manual com diretrizes e receitas para usar as conservas da melhor forma.

Começam primeiro por clarificar o que são "bons" enlatados, porque em tempo de pandemia todos os pormenores importam uma vez que fazemos menos exercício físico e estamos menos expostos ao sol (que fornece vitamina D). Isso significa que o corpo precisa de proteínas de elevada qualidade e dos minerais e vitaminas das conservas.

No que diz respeito ao pescado, a DGS faz referência à sardinha, atum e cavala — presentes nas receitas sugeridas — como boas fontes de ácidos gordos polinsaturados da série ómega 3 de cadeia longa (EPA e DHA), por apresentarem benefícios para a saúde e prevenção de doenças.

Já quanto às leguminosas, o manual destaca a sua importância no controlo do apetite e o elevado valor de proteínas que, combinadas com alimentos do grupo dos cereais e derivados, podem ser uma alternativa à carne e ao pescado.

Não consigo parar de comer. Duas especialistas dizem-lhe o que fazer para não engordar na quarentena
Não consigo parar de comer. Duas especialistas dizem-lhe o que fazer para não engordar na quarentena
Ver artigo

Em qualquer um dos casos, há algumas informações nos rótulos aos quais os consumidores devem ter atenção: o prazo de validade, se as latas estão opadas (ver se têm ar)  , amolgadas ou oxidadas (que indica se estão próprias para consumo), o teor de sal e dar preferência às conservas em água ou azeite.

As receitas foram desenvolvidas em colaboração com o Chef Fábio Bernardino e estão divididas em secções: atum, cavala, sardinha e leguminosas. Mostramos-lhe uma receita de cada tipo de conserva entre as mais de 20 sugeridas pela DGS.

Arroz de atum no forno

Ingredientes:
500 ml caldo aromático
300 gramas de nabiça
300 gramas de tomate
220 gramas de arroz
2 latas de atum em azeite
200 gramas de pimento
180 gramas de cebola
60 gramas de coentros
20 gramas de alho
1 colher de chá de azeite (5 gramas)
1 folha de louro

Modo de preparação:
Comece por cozer o arroz com o caldo aromático. Para o caldo aromático leve 600 ml de água ao lume
com as cascas da cebola, alho e talos dos coentros. Deixe apurar, coe e reserve.
Junte a cebola, o alho, o tomate e o pimento numa panela a estufar, juntamente com uma folha de louro. Adicione o atum e deixe estufar.
Adicione a nabiça e reserve. Numa travessa própria coloque uma camada de arroz, uma camada do
preparado de atum e termine com uma camada de arroz.
Leve ao forno a 180ºC durante 15 minutos.

Hambúrguer de cavala, feijão frade e broa

Ingredientes:
400 gramas de feijão frade
400 gramas de agrião
2 latas de cavala em azeite
120 gramas de cebola
80 gramas de broa ralada
80 gramas de coentros
20 gramas de alho
Mescla de alfaces

Modo de preparação:
Comece por triturar o feijão frade juntamente com a cavala e o agrião até obter uma pasta.
Pique a cebola, o alho e os coentros e junte ao preparado.
Molde o preparado em pequenos hambúrgueres, coloque a broa por cima e sirva com uma mescla
de alfaces.

Caneloni de beringela e sardinha

Ingredientes:
400 gramas de beringela
400 gramas de tomate
2 latas de sardinha em tomate
120 gramas de cebola
120 gramas de alho francês
20 gramas de alho
20 gramas de coentros
10 gramas de manjericão

Modo de preparação:
Para o molho triture o feijão branco com o leite, noz moscada, açafrão e pimenta preta até obter uma
mistura homogénea e reserve.
Corte a beringela em pequenas tiras.
Numa panela misture a cebola cortada, o alho, o alho francês e o tomate e deixe estufar.
Enrole a sardinha na beringela, juntamente com o molho de tomate e coloque o molho por cima no final.

Grão-de-bico com ovos escalfados

Ingredientes:
450 gramas de grão-de-bico
350 gramas de de arroz
80 gramas de tomate pelado
200 gramas de cebola
4 ovos inteiros
100 gramas de alho francês
1 dl vinho branco
30 gramas de coentros
20 gramas de alho
1 colher de sopa de azeite (10 gramas)
4 folhas de hortelã
Raspa e sumo de 1 limão

Modo de preparação:
Comece por preparar o caldo aromático levando 300 ml de água ao lume com as cascas da cebola, alho
e a parte verde do alho francês. Deixe apurar, coe e reserve.
Coloque numa panela a cebola, o alho, o alho francês, o tomate e adicione o caldo aromático e o vinho
branco, em conjunto com as folhas de hortelã e a raspa e sumo de 1 limão. Deixe cozer em lume brando.
Adicione o grão-de-bico, o azeite e os ovos para que cozam por cima do preparado. Pode tapar a panela
para cozinhar mais rapidamente.
Quando os ovos estiverem cozinhados, junte os coentros picados e sirva. Acompanhe com arroz cozido.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.