A Pistácio nasceu em 2019 pelas mãos de Lucas Sampaio, um ativista vegano e defensor dos direitos dos animais, que quis mostrar às pessoas como a comida vegana pode ser boa, prazerosa e, acima de tudo, variada.

De falafel, feijão preto ou noodles de curgete. A BOWLsta tem 7 novidades vegan para provar
De falafel, feijão preto ou noodles de curgete. A BOWLsta tem 7 novidades vegan para provar
Ver artigo

"Percebi que a melhor forma de dar voz, para que as pessoas considerem o veganismo, é mostrar que há boa comida. Foi nesta fase que percebi que ainda existia uma falta de bons produtos. Apesar de haver cada vez mais uma boa oferta a nível nacional, esta não se encontra em sítios comuns", diz à MAGG.

Aquilo que começou por ser um projeto que considerava todas as boas opções, tanto nacionais como internacionais, é agora, além de 100% vegan, 95% local. Das leguminosas a granel aos queijos, passando por uma enorme variedade de enchidos e vinhos, nesta mercearia as alternativas vegan são muitas. Lucas tem como objetivo "passar uma mensagem de consciência alimentar que vai muito além do veganismo" e apoiar o que é nacional.

O projeto, que nasceu nas galerias do Marquês de Pombal, ganhou recentemente um nova morada — agora, fica no primeiro piso do restaurante Orteá (antigo O Botanista).

Orteá  junta ao restaurante a queijaria Eva, as kombuchas Era e a mercearia Pistácio

Orteá
créditos: Divulgação

Depois de três anos de sucesso, O Botanista renasceu com um novo nome (e muito mais opções). Agora, o Orteá – Vegan Collective agrega não só o restaurante e pastelaria vegan já muito conhecidos do Botanista, como também a queijaria artesanal Eva, as kombuchas Era, a mercearia Pistácio — projetos aos quais, brevemente, se juntará ainda um futuro bistrô.

O compromisso do Orteá – Vegan Collective é simples: demonstrar que a comida vegetal é saborosa, nutricionalmente saciante e esteticamente apelativa. Além da mercearia Pistácio, a kombucha Era, fabricada artesanalmente nas instalações do Orteá, é outra das alternativas que encontra no espaço ao qual se junta ainda a Eva Queijaria Artesanal (que produz alguns tipos de queijo de caju fermentados e temperados, disponíveis na carta do restaurante e vendidos na mercearia Pistácio).

Aqui pode encontrar pratos cheios de cor e sabor. Na carta, destaca-se o prato Notas de Viagem (15€), composto por lombo de tofu com crosta de sésamo e escamas de tempeh, acompanhado por puré de millet e cenoura, espargos e redução de frutos vermelhos em vinho tinto ou o hambúrguer Orteá (12€) feito com lentilhas e quinoa em pão de brioche de fermentação lenta, pickels de pepino, rúcula, tomate e maionese de salsa.

Para os mais gulosos, há ainda uma variedade de sobremesas irresistíveis que vão desde a frigideira de frutos vermelhos (5,50€) à mousse de chocolate (5,50€).

Morada: Rua Dom Luis, nº 19C, Santos, Lisboa
Horário Orteá – Vegan Collective: de segunda-feira a sexta-feira entre as 12h e as 23h. Sábados e domingos entre as 11h e as 23h
Horário Mercearia Pistácio: de terça-feira a sexta-feira entre as 12h e as 19h e ao sábado entre as 11h e as 18h

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.