O Eneko Lisboa, o restaurante com uma estrela Michelin inaugurado em 2019, vai encerrar no final deste ano, a 31 de dezembro. Esta decisão partiu do Penha Longa Resort, que tinha desafiado o espanhol Eneko Atxa, eleito duas vezes o chef mais sustentável do mundo, a dar nome ao restaurante instalado no famoso Alcântara Café.

Novo Honest Greens já abriu no centro de Lisboa. Já é o sétimo da cadeia de restaurantes
Novo Honest Greens já abriu no centro de Lisboa. Já é o sétimo da cadeia de restaurantes
Ver artigo

A área mais informal do espaço, denominada de Basque, já tinha sido transformada num espaço de eventos este ano e, agora, o Penha Longa Resort decidiu encerrar também o restaurante de fine dining Eneko Lisboa, que apresentava cozinha basca com toques tradicionais e inovadores.

Em 2020, o restaurante liderado pelo chef Eneko Atxa, habitualmente aos comandos do Azurmendi, com três estrelas Michelin em Biscaia, no País Basco, conquistou a estrela do guia Michelin, tornando-se no terceiro restaurante do hotel de cinco estrelas a conquistar esta distinção, já que, em Sintra, o Midori e o LAB by Sergi Arola têm ambos uma estrela.

O Eneko Lisboa vai continuar em funcionamento até ao último dia do ano, tendo serviço de almoço e jantar. No dia 31 de dezembro, a partir das 19 horas, o restaurante terá um menu especial “com pratos inspirados em receitas tradicionais para partilhar, criativamente reinventados para um público moderno”, segundo o Boa Cama Boa Mesa na SIC Notícias. Este menu especial tem o valor de 350€ por pessoa com a respetiva harmonização de vinhos e não haverá festa após o jantar.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.