Mais uma semana, mais um roteiro gastronómico. O último foi sobre choco frito e vamos continuar na onda do que o mar nos dá. Desta vez, com marisco. E não há melhor forma de o comer do que num rodízio, já que assim temos oportunidade de provar um pouco de tudo, desde sapateira a percebes.

Só com estes dois, é como se instalássemos o areal e o mar em pleno restaurante. Um pedaço de casca martelada das pernas da sapateira para aqui, um espirro de percebe para ali e uma garrafa de espumante no centro da mesa — como que a simbolizar a rebentação das ondas no mar.

Há cada vez mais praias fluviais a hastear a bandeira azul. Conheça todas as galardoadas este ano
Há cada vez mais praias fluviais a hastear a bandeira azul. Conheça todas as galardoadas este ano
Ver artigo

O que nunca pode faltar também, aqui já esquecendo o mar e puxando a boa veia portuguesa, é pão torrado com manteiga para molhar no molho das amêijoas à Bulhão Pato e de umas quantas toalhitas com cheiro a limão, que nós não somos cá de mordomias e do camarão às ostras puxamos tudo com a mão (e a boca, claro).

1. Restaurante Forte Santa Catarina

Restaurante Forte Santa Catarina
Restaurante Forte Santa Catarina créditos: facebook

"O melhor da Costa no Tennis Clube da Figueira da Foz. Vistas de Rio e Mar. Best Local". Que tal esta combinação prometida pelo restaurante Forte Santa Catarina, na Figueira da Foz, distrito de Coimbra? Os peixes e mariscos são a especialidade, mas a fama vem do rodízio de marisco, que tem de tudo um pouco, como camarão, sapateira e respetivo recheio, percebes e mexilhão.

Custa tudo 50€ e dá para entre três a quatro pessoas, dependendo da fome e das vontades: se andar com desejo de uma sobremesa, dá bem para quatro pessoas para que possa guardar-se para o final guloso.

O rodízio de marisco, ou pratos como a açorda de camarão (20€ para duas pessoas) ou a paella (39,90€ para até quatro pessoas), também estão disponíveis em take away.

Restaurante Forte Santa Catarina

Localização: Avenida 25 de Abril S/N, Tennis Club, 3080-086 Figueira da Foz
Reservas: 233 428 530/912 072 870

2. Conversa Fidalga

Conversa Fidalga
Conversa Fidalga créditos: facebook

Apesar do nome, Conversa Fidalga, em Condeixa-a-Nova, distrito de Coimbra, aqui não é só conversa. É comida em doses abundantes sempre que à mesa chega um rodízio de marisco. A meio de abril, o restaurante avisava que "as temperaturas vão aumentar", por isso, puxando a brasa ao marisco da casa, "nada melhor do que, degustar o nosso delicioso Rodízio de Marisco", pode ler-se numa publicação de Facebook.

A verdade é que o cenário de calor mantém-se e para cumprir com a demanda basta ir até ao restaurante para dar conta desta travessa cheia do melhor que dá o mar, incluindo música para os ouvidos, característica dos búzios que compõem o rodízio.

Conversa Fidalga

Localização: Estrada Nacional 347, nº 12 – A, 3150-100 Condeixa-a-Nova
Reservas: 239 942 315
Horário: de Terça-feira a domingo das 12h às 23h

3. Baía do Peixe

Baía do Peixe
Baía do Peixe créditos: instagram

Há três baías com peixe e marisco: no Campo Pequeno e na Praça do Comércio, em Lisboa, e em Cascais. Em todas há marisco e apresentado da forma mais famosa: em rodízio. No restaurante de Cascais tem o privilégio de ver o mar enquanto o saboreia, ao mesmo tempo que pode picar uma travessa larga e bem recheada com coisas como casco de sapateira recheado, camarão cozido, percebes, búzios, ostras e mexilhão "à espanhola". Tudo isto, para um mínimo de duas pessoas, custa 29,80€ por pessoa.

Também é possível pedir à carta ou optar pelo rodízio de peixe, composto por sopa do mesmo e peixes como pregado e lulas (23,80€).

Baía do Peixe

Campo Pequeno

  • Praça do Campo Pequeno, 1000-082 Lisboa
  • Contato: +351 214 026 583
  • Horário: segunda-feira a domingo das 12h às 15h30 e das 19h às 23h

Praça do Comércio

  • Praça do Comércio, 1100-148 Lisboa
  • Contatos: +351 214 865 157/ +351 965 795 301
  • Horário: todos os dias das 12h às 23h30

Cascais

  • Avenida D. Carlos I – nº6, 2750 Cascais
  • Contatos: +351 214 865 157/+351 965 795 301
  • Horário: todos os dias das 12h às 23h30

4. Marisqueira do Samouco

Marisqueira do Samouco
Marisqueira do Samouco créditos: facebook

Sempre que nos falam em Samouco, vem-nos à cabeça a cómica série "Os Batanetes", sobre uma família que vivia perto do Samouco, que passou entre 2004 e 2005 na TVI e durante mais algum tempo nas madrugadas do canal. Mas acabámos de ganhar uma nova referência: a Marisqueira do Samouco.

Aqui comem-se grandes mariscadas, basta olhar para o tamanho daquela que se apresenta acima. Uma semelhante a esta, com sapateira, búzios e tudo mais a quem direito, pode custar desde 60€ para duas pessoas.

Marisqueira do Samouco

Localização: Praça da República N°39 2890-210 Samouco
Reservas: 917 577 112
Horário: de quinta-feira a segunda-feira das 12h30 às 15h e das 18h30 às 22h

5. A Torre

A Torre 
A Torre  créditos: facebook

Para comer no restaurante ou levar para casa, são várias as travessas tentadoras no restaurante A Torre, no Porto Alto, distrito de Santarém. Pode pedir desde uma mista miúda, com sapateira, gamba do Algarve, camarão espinho e percebes da costa (80€ para quatro pessoas) à mais cara e mais composta mariscada A Torre, que inclui lagosta, santola, um quilo de bruxas e um quilo de gamba do Algarve (295€ para oito pessoas).

No caso de ir até ao restaurante, enquanto trata de dar conta de todo o marisco até ao fim, pode deixar as crianças a brincar na mini Torre, espaço inaugurado no primeiro dia de maio.

A Torre

Localização: Edifício Torre, Largo General Humberto Delgado nº6A Porto Alto 2135-029 Porto Alto
Reservas: 263 650 393
Horário: todos os dias das 12h às 23h

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.