A partir de 14 de outubro, começa a festa das promoções à mesa: o The Fork voltou a lançar o TheFork Fest, com um total de 76 restaurantes cuja carta vai estar a 50% de desconto a partir de quinta-feira, 14 de outubro. Desde os brunchs, passando pelo fine dining, até aos novos restaurantes de Lisboa, é uma oportunidade única para comer aqueles pratos que o fazem babar sempre que os vê no Instagram.

Entre a lista com mais de 70 restaurantes, destacamos alguns que, de acordo com o The Fork, têm maior relevância (que se alinha com as pontuações elevadas). Isto porque, numa escala de 0 a 10, quase nunca estão abaixo de nove.

Quanto custa comer no Belcanto, o restaurante português que está no top 50 mundial
Quanto custa comer no Belcanto, o restaurante português que está no top 50 mundial
Ver artigo

Escolha não falta, basta decidir de acordo com o apetite: um restaurante tradicional de comida portuguesa, um asiático ou um vegetariano que convence até quem come carne — falamos do The Green Affair, claro. Se o desconto de 50% não bastar, pode ainda ir à procura daqueles cujo preço médio por refeição é por si só mais em conta: o Leo Restaurante, B Perfect Burgers, Choice Italian e Tasca Fit são alguns deles.

Eis a lista dos dez melhores restaurantes em Lisboa, segundo a plataforma, para provar no TheFork Fest e pagar metade da conta, independentemente do que pedir à carta.

  1. Café no Chiado, no Largo Picadeiro — comida portuguesa;
  2. Dama e Vagabundo, na Rua da Betesga — pizzaria;
  3. O Nobre - Campo Pequeno, Av. Sacadura Cabral — mediterrânico;
  4. Taberna do Lis, Rua dos Douradores — cozinha internacional;
  5. Le Petit Café, Largo de São Martinho — cozinha francesa;
  6. Veracruz, Avenida Duque de Avila — latino;
  7. Sebastião, Rua dos Correeiros — comida portuguesa;
  8. The Green Affair, Rua Serpa Pinto — vegetariano;
  9. Fado & Wine, R. da Assunção — comida portuguesa;
  10. Udon - Noodle Bar & Restaurant, Av. Duque de Ávila — asiático.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.