Voltamos a casa e à pilha de loiça que nunca deixa de crescer na cozinha. Para uma pausa nos cozinhados e uma ajuda extra a todos os restaurantes que se viram obrigados, mais uma vez, a fechar portas, a MAGG dá uma sugestão por dia para uma refeição caseira mas com sabor que vêm de fora.

Vegetarianos, especializados em leitão, sushi, pizzas ou saladas, espere de tudo. Até porque os restaurantes já provaram serem capazes de tudo para sobreviver a uma pandemia.

É preciso coragem para abrir um restaurante quando todos os outros estão fechados. "Mas eu acredito mesmo neste projeto", garante Duarte Costa, um dos quatro sócios da Casa Santi, que traz o que de mais típico Itália tem até ao bairro de Santos.

Casa Santi
Ainda que o forte sejam as pizzas, as massas são também feitas com os ingredientes mais típicos e as técnicas mais tradicionais.

Duarte é sócio da cadeia Poke House e estava habituado às muitas viagens a Itália, onde a marca está também presente. "Os meus sócios italianos, que também vinham muito a Lisboa, garantiam-me que as pizzas do Casanova eram as melhores de Portugal, mas que juntos conseguíamos fazer ainda melhor", conta à MAGG. E Duarte, habituado a desafios, atirou-se de cabeça, juntamente com mais três sócios: Tomás Bradshaw, António Cunha e Domingos Folque.

Um restaurante para comer em casa e mascarar os miúdos de pizzaiolos com o kit do Non Basta
Um restaurante para comer em casa e mascarar os miúdos de pizzaiolos com o kit do Non Basta
Ver artigo

Mas convenhamos, italianos em Lisboa não faltam. "Só que nós quisemos fazer o melhor", salienta, e é por isso que, sempre que ia a Itália em trabalho, aproveitava para se deixar guiar pelos seus sócios, conhecedores do que é mais típico, para escolher os melhores ingredientes e produtores.

Com a lição bem estudada, avançaram com o projeto ainda em 2020 para finalmente abrir portas esta semana. A decoração é rústica e a esplanada tem espaço para 60 pessoas, ainda que nada disto possa ser já de usufruto imediato. "Ainda pensámos adiar a abertura, mas optámos por avançar já", refere, em regime de take away e entregas.

Casa Santi
Os sócios apostaram numa decoração rústica e o restaurante, além de lugares no interior, conta com espaço para 60 pessoas na esplanada. Vamos ter só esperar mais umas semanas para podermos usufruir.

Têm massas, saladas, bruschettas e focaccia, mas o prato forte da casa são mesmo as pizzas, feitas à boa maneira romana. São 19 pizzas, com opções mais tradicionais, outras mais arrojadas, com carne ou vegetarianas. Pode escolher, por exemplo, entre a  Casa Santi, com mozzarella, camarão e rúcula (12€), a Inferno, com mozzarella, tomate e salame picante (12€), a San Daniele, com mozzarella, tomate, presunto San Daniele e tomate cereja (12€), a Tartufo, com trufas pretas (15€) ou a Friarelli, com mozzarella, tomate, grelos e salsicha Napoletana (11€). Se optar por Calzone, tem o Don Costini, com acelgas, mozzarella e ricotta (10€) e a Tomasino, com mozzarella, mortadella e ovo (10€).

Alerta amantes de queijo! Esta pizza é para vocês
Alerta amantes de queijo! Esta pizza é para vocês
Ver artigo

Diogo garante que 95% dos ingredientes usados vêm diretamente de Itália, para um sabor o mais autêntico possível. Os vinhos, para já, são também exclusivamente italianos. Em breve, a carta contará também com uma seleção cuidada de opções nacionais.

O restaurante está disponível para take away e entregas todos os dias da semana, das 12h às 22h30. As entregas são feitas através da Uber Eats, Glovo e Bolt (na Bolt estão com desconto de 40%).

Morada: Largo de Santos, 14A, Lisboa
Horário: 12h-22h30

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.