Não há "Top Gun" sem Maverick. E não há Maverick sem Tom Cruise. A sequela do filme de 1986, que marcou uma geração, vai finalmente acontecer e traz a estrela de "Missão Impossível" de volta. A estreia de "Top Gun: Maverick" estava originalmente prevista para julho de 2019, no entanto, a Paramount Pictures anunciou que o filme foi adiado para o ano seguinte, com nova data para junho de 2020. As razões da mudança são ainda desconhecidas.

A continuação do filme, que fez sucesso nos anos 80, já era uma ideia antiga, mas apenas em 2010 é que a produção entrou oficialmente em desenvolvimento. Em 2013, o produtor Jerry Bruckheimer, segundo o site "Flickering Myth", revelou na conferência Produced By que há 30 anos que estão a tentar avançar com o filme, desde que Tom Cruise e o estúdio estivessem interessados.

Apesar da demora, a sequela acaba de ganhar asas e parece que tem tudo para seguir em frente. Tendo em conta que ainda faltam dois anos, reunimos todos os detalhes que já se sabe sobre "Top Gun: Maverick".

As filmagens já começaram

As filmagens da sequela começaram oficialmente a 31 de maio de 2018, em San Diego, na Califórnia. Para o comprovar, Tom Cruise publicou nas redes sociais uma fotografia exclusiva do ator em personagem, de costas, com as famosas palavras "FEEL THE NEED". Na descrição, escreveu ainda "#Day1", marcando o primeiro dia de volta como Maverick.

Jon Hamm e Ed Harris são os novos elementos do elenco

O elenco tem vindo a crescer aos poucos. Os protagonistas de "Mad Men" (Jon Hamm) e "Westworld" (Ed Harris) são as mais recentes confirmações do elenco que já é composto por várias caras conhecidas. Em julho deste ano, soube-se que Miles Teller irá interpretar Bradley Bradshaw, o filho de Goose, um piloto aprendiz. Glen Powell, que perdeu o papel contra Teller, acabou por integrar o elenco (cuja personagem é ainda desconhecida) após impressionar Tom Cruise e os produtores do filme. Mais tarde, juntou-se a estrela de "Uma Mente Brilhante", Jennifer Connelly, no papel de uma mãe solteira, dona de um bar perto da base naval. Monica Barbaro será Samantha Mitchell, também uma aprendiz e interesse romântico de Bradshaw.

Para além de Cruise, do elenco original, está também de regresso Val Kilmer como o comandante Tom "Iceman" Kazansky.

Thomasin McKenzie, Charles Parnell, Jay Ellis, Bashir Salahuddin, Danny Ramirez e Lewis Pullman são ainda alguns dos atores que integram o elenco.

Joseph Kosinski irá realizar

Quando a pré-produção da sequela começou, a Paramount tinha inicialmente oferecido o cargo de realizador a Tony Scott (que realizou o primeiro filme). Porém, com a sua morte em 2012, foi substituído por Joseph Kosinski, com quem Tom Cruise já tinha trabalhado em "Esquecido" (2013). Jerry Bruckheimer vai estar também de regresso como produtor.

Maverick é agora instrutor da academia

Apesar de ainda não haver uma sinopse oficial, tem se vindo a especular sobre que história o filme poderá explorar de acordo com alguns comentários do realizador, Joseph Kosinski. Ao site ComingSoon.Net, o cineasta afirmou: "A Força Aérea é muito diferente agora do que era em 1986. (...) É um mundo diferente, por isso não podemos fazer um remake do primeiro filme. Temos de nos adaptar." Acrescentou também que "gostaria de recriar a experiência do primeiro filme, que dá um lugar na primeira fila do mundo da aviação e o que é estar dentro de um caça".

Segundo a revista "Deadline", a personagem de Cruise é agora um instrutor da academia de voo que poderá vir a ajudar o filho de Goose (Anthony Edwards), Bradley Bradshaw (Miles Teller), um piloto aprendiz, que no primeiro filme era ainda bebé.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.