Serão 200 metros quadrados de livros, de zona de café e ainda de um comboio infantil, onde se expõem livros e que "demarca a área da livraria para os mais pequenos". Com abertura prevista já para este sábado, 12 de dezembro, será assim a 52.ª livraria Bertrand, prestes a inaugurar no bairro de Alvalade, com morada no número 20BC da Rua Marquesa de Alorna.

"Selecionámos Alvalade por ser uma zona residencial, de comércio e restauração, que nos permitirá estar próximos dos nossos clientes", diz à MAGG a responsável de comunicação e marketing da da Bertrand.

comboio

A escolha da localização responde à estratégia do alargamento no número de livrarias de rua: "A valorização urbanística que tem sido levada a cabo em muitos municípios portugueses e uma maior preferência dos consumidores pelo retalho de proximidade faz com que a Livraria Bertrand olhe com otimismo para este investimento, que tem vindo a realizar em várias cidades."

Esta é a quarta livraria de rua inaugurada em 2020: em fevereiro, abriu uma loja em Almada, em maio, em Espinho, e em outubro, em Évora.

Livros para toda a gente. Conheça as novidades literárias para toda a família
Livros para toda a gente. Conheça as novidades literárias para toda a família
Ver artigo

Apesar da enorme crise atravessada pelo comércio, devido à COVID-19, esta abertura já fazia parte dos planos de expansão da marca: "Apesar das dificuldades acrescidas provocadas pela pandemia, acreditamos na recuperação económica do pais, pelo que temos continuado a apostar na expansão da rede."

A primeira livraria Bertrand, a mais antiga rede de livrarias em Portugal, abriu portas na Rua Direita do Loreto, no Bairro Alto, no século XVIII. Foi fundada por Pedro Faure, que mais tarde se veio a associar aos irmãos Pierre e Jean Joseph Bertrand, tendo o estabelecimento ficado, então, com o nome de Pedro Faure & Bertrand.

Entretanto dá-se o terramoto de 1755, que deixa a livraria — que, com a morte de Faure, se passa a chamar "Irmãos Bertrand" — em escombros. Esta passa para a junto da Capela de Nossa Senhora das Necessidades, regressando em  1773 ao Chiado, instalando-se na Rua Garret, no exato local onde ainda hoje se encontra. Em 1963, já com a denominação de Livraria Bertrand, é inaugurada a segunda loja: fica Avenida de Roma, onde até hoje permanece também.

Em 2010, venceu o Guinness World Record para "os mais antigos livreiros em atividade". Em 2010, já com dezenas de lojas abertas, integrou o Grupo Porto Editora.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.