A app gratuita 29k FJN da Fundação José Neves (FJN), dedicada à saúde mental, lançou três novos cursos para jovens aprenderem a lidar com o stresse, as emoções difíceis e as relações, no final de abril. Para fazermos uma análise sincera da eficácia destes conteúdos, nada como experimentar: e foi justamente por isso que testámos a app que promete ajudar a cuidar da saúde mental.

A app 29k FJN —  de que já lhe falámos nesta lista de aplicações grátis de saúde mental portuguesas — tem mais de 25 mil utilizadores registados e ambiciona promover a saúde mental e o bem-estar dos portugueses. Recentemente, o projeto 100% digital lançou três cursos para jovens e, segundo a comunicação da fundação, a ambição futura é de continuar a trazer conteúdos para as camadas mais novas.

Quem é Tiago Brunet, o influencer espiritual que é seguido por 4 milhões de pessoas?
Quem é Tiago Brunet, o influencer espiritual que é seguido por 4 milhões de pessoas?
Ver artigo

Nenny, o bailarino António Casalinho, Rita Rocha, finalista do The Voice Portugal, e Zicky Té, melhor jogador jovem de futsal do mundo, são os embaixadores desta área jovem e dão os seus testemunhos nos três cursos, informa o comunicado da fundação. Há também embaixadores desconhecidos do público a partilharem as suas experiências.

Como encontrar os cursos

Ao fazer o registo, o utilizador personaliza o seu perfil informando qual a sua idade, de modo a que a app saiba em que fase da vida está para lhe poder sugerir conteúdos. Ao escolher a faixa entre os 15-20 anos, ganha acesso aos exemplos da vida real de alguns jovens (os embaixadores referidos) e a "uma comunidade segura e solidária".

Os três novos cursos: "Lidar com o stress", "Construir relações" e "Sê teu amigo" podem ser encontrados após selecionar a categoria explorar e a tag/tópico "Cursos" que se encontra na parte inferior esquerda da plataforma. O primeiro curso disponibiliza cinco lições ,enquanto que o segundo e o terceiro têm quatro lições cada.

Há ainda outra forma de aceder rapidamente aos cursos. Basta escolher a categoria explorar e pesquisar pela tag/tópico jovem (tal como se mostra na galeria de fotos) e aceder aos três conteúdos.

Uma experiência subjetiva

A app permite-nos aprender conceitos essenciais e como os identificar na forma como nos sentimos. Por exemplo, no primeiro curso, entendemos o que é o stresse, como se evidencia e o que podemos fazer quando estamos nesse estado mental. Além da parte teórica, temos acesso aos vídeos que acabam por ser complementares e reais, uma vez que partem de testemunhos de pessoas de diversas áreas que passaram por desafios semelhantes e tiveram de dar a volta por cima. Os seus métodos e aprendizagens acabam por ser enriquecedores e ajudar a prevenir futuras situações.

Todas as aulas são mini, no sentido em que têm uma duração pequena, por isso são de fácil absorção e aplicação. Os ensinamentos são dados de forma fácil e dinâmica não se tornando numa experiência complexa, nem aborrecida. Contudo, para quem gosta mais desse lado teórico, pode sentir falta de algum aprofundamento.

Os cursos também são claros desde o começo sobre o que vão referir, o que permite escolher facilmente os temas que queremos abordar tendo em conta a nossa vivência pessoal. É interessante haver um apelo à participação em alguns momentos: os utilizadores são convidados a refletir e a fazer exercícios, como por exemplo uma lista de todas as coisas que lhe causam stresse no momento.

A aprendizagem fica mais bem consolidada por não sermos apenas recetores de informação, mas sim participantes ativos de um processo, que afinal de contas nada mais é do que subjetivo, pois estamos a falar de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal para melhorar a nossa saúde mental.

Ficámos satisfeitos com a experiência, mas temos pena que não sejam cursos atualizados com frequência. Após a aprendizagem, o máximo que é possível fazer é rever para relembrar, porque não se vai tirar nada de novo a nível de conteúdo.

Se quiser também experimentar os cursos, basta aceder à app 29k FJN, que pode ser descarregada gratuitamente aqui. Está disponível para smartphones Android e iOS.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.