O Fortnite, um dos jogos mais populares do mundo, foi retirado das lojas de aplicações da Apple e Google. A decisão foi oficializada esta quinta-feira, 13 de agosto, depois de a Epic Games, a empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo, ter anunciado aos utilizadores um novo sistema de compras. Problema? Esta nova modalidade de pagamentos diretos viola as diretrizes da Apple e da Google que recebem até cerca de 30% de comissão por cada compra feita dentro das aplicações que disponibilizam nas suas lojas.

Mas a Epic Games foi mais longe. Além de disponibilizar esta alternativa de pagamento nas suas aplicações móveis, anunciou ainda um desconto de 20% em todas as compras diretas que não tivessem nem a Apple nem a Google como intermediárias.

Após feito o anúncio, a primeira a tomar medidas foi a Apple através de um comunicado oficial no qual acusou a empresa Epic Games de ter "violado" de forma deliberada as normas da loja de aplicações.

"Fortnite". Tudo o que os pais precisam de saber sobre o jogo mais popular do ano
"Fortnite". Tudo o que os pais precisam de saber sobre o jogo mais popular do ano
Ver artigo

"A Epic Games ativou uma funcionalidade na sua aplicação que não foi revista nem aplicada pela Apple, e fê-lo com a expressa intenção de violar as diretrizes da App Store no que toca aos pagamentos dentro de aplicações que se aplicam a todos os criadores e desenvolvedores que vendem bens ou serviços digitais nas nossas plataformas", lê-se no comunicado emitido pela Apple, citado pela revista "The Verge".

Em resposta à tomada de posição da multinacional tecnológica atualmente liderada por Tim Cook, a Epic Games processou a Apple por considerar que hoje é "um gigante que procura controlar os mercados, bloquear a competição e sufocar a inovação" através da imposição de "condicionantes irrazoáveis" e da manutenção ilegal de um "monopólio de mercado de pagamentos nas aplicações" em iOS — o sistema operativo usado no iPhone e no iPad.

De seguida, também a Google anunciou a retirada da aplicação da sua loja embora admita estar aberta à possibilidade de voltar a trabalhar com a Epic Games no sentido de ter "o Fortnite de regresso à Google Play".

No site oficial da Epic Games referente ao Fortnite, a empresa garante novidades "para breve" depois de ver o seu jogo retirado das duas plataformas principais de dispositivos móveis no mercado.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.