Cenografia, jogos de luz, coreografia e efeitos especiais. Numa só palavra, staging. Tem sido desde sempre o calcanhar de Aquiles de Portugal no Festival Eurovisão da Canção, sendo o melhor (ou pior) exemplo disso o desastre que aconteceu com Conan Osíris em Telavive, em 2019.

"Telemóveis", uma das favoritas à vitória do certame, foi caindo nas bolsas de apostas à medida que os ensaios se sucediam e não passou da semifinal. Os fãs apontaram o dedo ao staging escolhido para Conan Osíris, um cenário escuro, poucos jogos de luzes, uma escadaria diminuta e uma indumentária que não resultava no pequeno ecrã.

Em 2020 não houve Eurovisão e, por isso, a RTP (a estação que organiza o Festival da Canção e chefia a delegação que representa Portugal no certame internacional) teve tempo para pensar. E, chegados a 11 de maio, primeiro dia de ensaios para os The Black Mamba, as lições do passado parecem ter sido aprendidas.

As imagens dos primeiros ensaios dos 39 países a concurso são emitidas num circuito fechado a que só a imprensa tem acesso. Numa segunda ronda, a Eurovisão já disponibiliza a totalidade do ensaio no seu canal de Youtube. Mas, a avaliar pelo que vimos, os The Black Mamba estão no bom caminho.

The Black Mamba vencem o Festival da Canção e vão representar Portugal na Eurovisão
The Black Mamba vencem o Festival da Canção e vão representar Portugal na Eurovisão
Ver artigo

A atuação começa a preto e branco, tal como no Festival da Canção mas, depois, a emissão passa a cores. É uma performance minimalista, com Pedro Tatanka em primeiro plano e os restantes elementos da banda no fundo do palco. Mas eis que, acompanhando o crescendo da música, começam a surgir jogos de luzes (em tons de dourado), o rosto de uma mulher (que representa a protagonista da história da canção, uma prostituta que Tatanka conheceu quando viveu em Amesterdão), ruas.

Veja as fotos

Tatanka e a sua voz (com uma segurança que só os artistas com milhares de atuações ao vivo no currículo conseguem ter) são os protagonistas desta atuação.

Mas "Love is on My Side" não é "Amar Pelos Dois" (um raio não cai no mesmo sítio duas vezes) e a RTP, sabendo disso, fez-se esperta e apostou num staging que, além de não nos envergonhar, empresta classe e emoção à atuação dos Black Mamba. Na fase final da canção, Tatanka caminha pelo corredor central, em simultâneo com a figura da mulher e, no final, pega na guitarra. No ecrã do fundo, surgem as sombras de uma orquestra e, embora saibamos que é apenas um jogo de luzes, ficamos com umas certas saudades dos tempos em que a Eurovisão tinha orquestra ao vivo.

Na conferência de imprensa que se seguiu ao ensaio, a banda afirmou estar orgulhosa por representar uma mudança de paradigma nas canções que representam Portugal na Eurovisão. "Love is on My Side" é, recorde-se, a primeira entrada portuguesa totalmente cantada em inglês.

"Estamos orgulhosos, não da parte de ser em inglês, mas de sermos os que representam esta mudança. As pessoas tinham medo de mandar a canção de que mais gostavam. Se esta canção te toca o coração, porque não haverias de votar nela?", afirmou Tatanka.

Questionados sobre as comparações entre a sua atuação e a de Salvador Sobral, Pedro Tatanka disse que tal não significa uma maior pressão. "É um elogio. Pressão é representar Portugal, o nosso País".

Portugal atua em 12º lugar na segunda semifinal da 65ª edição do Festival Eurovisão da Canção, a 20 de maio. Apenas dez países de cada semifinal passam à grande final, agendada para 22 de maio na Ahoy Arena em Roterdão, nos Países Baixos. Esta é a 51ª vez que Portugal participa na Eurovisão, tendo ganhado uma única vez, em 2017, com "Amar Pelos Dois" de Luísa e Salvador Sobral.

Como sempre (e 2021 não é exceção) Portugal está no fundo da tabela das casas de apostas. Mas, com "Love is on My Side", pode ser que a sorte, desta vez, esteja do nosso lado.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.