Este sábado, 12 de setembro, a estreia do programa da TVI "Conta-me" teve uma convidada de peso. Conduzido por Manuel Luís Goucha, o espaço de entrevistas arrancou com uma conversa com Teresa Guilherme, nas vésperas do regresso da apresentadora aos reality shows com o "Big Brother — A Revolução", que estreia já este domingo, 13 de setembro.

Depois de três anos afastada dos ecrãs, Teresa Guilherme regressa à antena da estação de Queluz de Baixo na "celebração" de 20 anos do "Big Brother", como a própria fez questão de reforçar várias vezes durante a entrevista. Mas apesar de a apresentadora encarar esta edição como o verdadeiro aniversário (dado que se marcam duas décadas do primeiro programa este mês), o reality show voltou à televisão em abril passado, apresentado por Cláudio Ramos.

As superstições de Teresa Guilherme para alcançar o sucesso na vida e na televisão
As superstições de Teresa Guilherme para alcançar o sucesso na vida e na televisão
Ver artigo

Questionada por Manuel Luís Goucha sobre o facto de se sentir traída por não ter sido a escolhida, Teresa negou que tenha encarado o sucedido dessa forma."Senti-me como uma mãe que tem um filho há 20 anos, e depois o filho casa-se", respondeu, com humor, a apresentadora, que num registo mais sério garantiu que não se sentiu triste. "Senti que há uma herança, uma marca, mas depois cada um faz do seu jeito."

Antes de Cláudio, já o lugar de Teresa Guilherme tinha sido ocupado pelo próprio Manuel Luís Goucha, quando este foi escolhido para apresentar a sétima edição da "Casa dos Segredos", em 2017. A apresentadora revelou nesta entrevista não se ter sentido traída pela troca em si, dado que já tinha deixado claro na época que não estava interessada em apresentar o formato, mas confessou que ficou triste com o amigo, por este não lhe ter revelado que era o escolhido.

Teresa Guilherme e Manuel Luís Goucha
Teresa Guilherme e Manuel Luís Goucha créditos: Instagram

"Eu senti-me traída porque tu não me contaste", afirmou Teresa. Apesar de Goucha lhe garantir que não podia revelar nada — nem à mãe contou—, a apresentadora insistiu que aos amigos se conta tudo. "Se fosse eu, tinha-te contado", revelando ainda que não viu nenhum dos programas apresentados por Manuel Luís, ao contrário do que aconteceu com Cláudio Ramos. "Sim, vi muitos", disse, referindo-se à ultima edição do programa.

Sobre o convite para apresentar esta nova edição, que partiu de Cristina Ferreira quando esta regressou à TVI enquanto diretora de Ficção e Entretenimento, Teresa revelou-se muito surpreendida. "Não estava nada à espera. Esperava tudo menos isto. Ficção, novelas, mas isto não", disse a apresentadora, que ainda recordou que o convite aconteceu na sua casa, onde também o "Conta-me" foi gravado.

"A Cristina veio cá a casa, e na porta, ainda nem nos tínhamos sentado, perguntou-me se eu queria apresentar o programa, eu disse que sim, 'quero', e depois falámos de outras coisas da nossa vida", explicou Teresa Guilherme, que espera não desiludir Cristina Ferreira este domingo. "Espero que fique orgulhosa da escolha dela amanhã."

Teresa Guilherme recusou contrato com a TVI

A apresentadora revelou que não quis fazer contrato com a TVI, e que está focada, para já, no "Big Brother — A Revolução". "Vamos fazer este programa e quando acabar, se estivermos todos encantados para eu fazer outro programa, pronto. Se não, também ja fiz o programa. Não se tratou de um compromisso de voltar à televisão, mas sim de voltar ao 'Big Brother'", disse, salientando que não queria "esse tipo de compromissos [contratos de ligação de anos a uma estação]."

Toda a história da guerra entre Teresa Guilherme e Júlia Pinheiro
Toda a história da guerra entre Teresa Guilherme e Júlia Pinheiro
Ver artigo

Teresa Guilherme sente-se ansiosa, mas não nervosa com a estreia do "Big Brother". "Quero que corra bem, que as pessoas se divirtam", disse, salientando que a própria não sabe como vai ser amanhã, quando finalmente regressar ao palco do reality-show.

"Acho que as pessoas estão à espera que eu seja diferente e que eu seja igual. Porque as pessoas têm saudades de antigamente, porque estão a celebrar [os 20 anos] mas, por outro lado, querem uma coisa nova porque é hoje. Eu própria vou descobrir o que acontece comigo amanhã, quando chegar àquele palco e falar com aquelas pessoas, que tipo de emoção, que tipo de carinho é que vou ter", confessou a Manuel Luís Goucha.

Sobre o formato em si, revelou que as nomeações às terças-feiras estão de volta, que vai surpreender toda a gente e que já escolheu o vestido. "Sim, tenho cores fetiche, mas não vou dizer qual é", concluiu.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.