Chama-se George Roberts, tem 40 anos e é um dos concorrentes mais populares do concurso "Casados À Primeira Vista" em Inglaterra, formato que também já teve três edições em Portugal. Os especialistas casaram-no com uma ex-miss e o casal está a ser o mais popular do programa inglês. Só que os telespectadores ainda não terão visto o verdadeiro George, pelo menos a julgar pelas queixas que três ex-namorados do concorrentes apresentaram na polícia mal se aperceberam de que ele iria entrar no programa.

O casamento no programa está a ser muito bem recebido pelos telespectadores
O casamento no programa está a ser muito bem recebido pelos telespectadores

George é acusado de ser "manipulador", "abusivo", "controlador", "obsessivo" entre muitas outras coisas. As queixas foram apresentadas individualmente por pelo menos três ex-namoradas, que aparentemente não se conhecem nem concertaram entre elas as denúncias. O tom é o mesmo em todas: "Abuso emocional". De acordo com o jornal "The Sun", as mulheres ficaram "horrorizadas" quando viram George a aparecer no trailer de promoção do programa. Começaram por reportar os alegados abusos à produção do programa, mas foram ignoradas e terão, depois, recorrido à polícia.

Laura Quintas, de "Casados à Primeira Vista", despe-se em produção ousada. Veja as fotos
Laura Quintas, de "Casados à Primeira Vista", despe-se em produção ousada. Veja as fotos
Ver artigo

George tem 40 anos é consultor financeiro, tem uma filha de 4 anos, e foi casado pelos especialistas com April Banbury, que foi eleita Miss Reino Unido em 2020. O casamento tem corrido muito bem e o casal é dos preferidos dos telespectadores do programa. No entanto, de acordo com os relatos agora conhecidos, a relação não durará a mudar. "Estou tão chocada por ver que lhe foi dada uma plataforma num programa de televisão", disse ao jornal inglês uma das queixosas e ex de George, que garante já ter contado muito sobre quem é o verdadeiro George à agora mulher do concorrente. "Enviei-lhe uma mensagem e já lhe disse que o denunciei à polícia. Eles pediram informações adicionais, que eu dei, e nunca mais me disseram nada". Antes disso, a ex explica como tentou outras vias. "Contactei a produtora do programa e disse-lhes que ele era um conhecido agressor emocional e mental de mulheres". Uma das outras queixosas também confirmou ao jornal inglês que apresentou queixa nas autoridades. "Enviei tudo o que tinha. Eles disseram que iriam investigar o assunto".

Amante russa de Tiago Jaqueta conta tudo sobre a traição em "Casados à Primeira Vista"
Amante russa de Tiago Jaqueta conta tudo sobre a traição em "Casados à Primeira Vista"
Ver artigo

Um porta-voz do concorrente, ouvido pelo "The Sun", nega tudo. "George nega categoricamente estas alegações. Como pai de uma menina, ele considera estas acusações profundamente perturbadoras e não tolera abusos nem se comporta dessa forma. Estas alegações nunca foram levadas ao seu conhecimento, investigadas ou levadas mais longe pela polícia por uma boa razão, uma vez que simplesmente não são verdadeiras".

A produtora e o Canal 4, responsáveis pelo programa, garantiram que foram efectuados controlos rigorosos aos concorrentes e "quaisquer alegações desta natureza são levadas extremamente a sério". "Trabalhamos de perto com a produção para assegurar que todos os concorrentes são sujeitos a rigorosos controlos em relação aos seus antecedentes e aspetos psicológicos, incluindo os controlos policiais mais pormenorizados".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.