Bruno Gomes D'Almeida indignou-se com Ana Morina depois de a concorrente ter insinuado que ele poderia vir a desistir do jogo por estar "frágil". "Eu não sou um desistente, não poderia ser", defendeu-se Bruno, enquanto Ana lhe pedia provas. A confusão passou-se na madrugada de sexta-feira, 17.

"Big Brother". Bruno fala sobre homens casados em aplicação para gays. "Isso é nojento"
"Big Brother". Bruno fala sobre homens casados em aplicação para gays. "Isso é nojento"
Ver artigo

O concorrente começa por dizer que não prova "absolutamente nada", mas acaba por se justificar: "Como é que eu sou um desistente quando, ainda agora, mudei uma lei no meu próprio país?", questiona Bruno. "Eu dei a cara por uma causa, quando me senti completamente humilhado, não senti o apoio de absolutamente ninguém, a minha família quase me ia matando de eu me ter posto desta maneira em causa".

Exaltado com Ana e sem a deixar falar, Bruno continua o discurso: "Como é que tu podes achar que uma pessoa que luta tanto pelos direitos dos outros, uma pessoa que luta contra a homofobia, contra o racismo... é um desistente? Se não me conheces de lado nenhum não dês opiniões sobre mim. Pronto, já está".

Ana Morina tenta explicar-se, dizendo que os concorrentes têm "que dar uma opinião" baseada em quatro dias de convivência. "Tens uma pessoa ao teu lado a dizer que não gosta de estar aqui e preferia estar em casa", alega Bruno, referindo-se a Maria Conceição. "Estou-te a mostrar por a + b que aquilo que tu fizeste não tem sentido porque existem opções que são muito mais válidas por razões que estão na cara".

A concorrente  explica que sente "pena" que Bruno não tenha compreendido os comentários pelo lado positivo. Ana tenta esclarecer o mal entendido: "A pessoa que, eventualmente, poderá desistir de todas estas, porque está com hábitos alimentares diferentes do normal, porque está com o sono fora do normal, porque está cansado do trabalho, eras tu".

Em conversa com a colega, Bruno acaba por revelar que já esteve preso "do outro lado do mundo" e estabelece uma comparação com o reality show: "Se aquela situação que eu ultrapassei e consegui ultrapassá-la sem derramar uma única lágrima, não vai ser um 'Big Brother' que me vai pôr daqui para fora", explica. "Eu estou tão habituado que as pessoas olhem para mim e me julguem pelo meu aspeto, pela forma doce como eu às vezes tento interagir com as pessoas, mas depois salta-me a tampa. Porque eu realmente não sou um miúdo e tu não tens idade para ser minha mãe".

No Twitter, os internautas que acompanharam a discussão no TVI reality reagiram de imediato, apelidando Bruno de "arrogante", "prepotente", "mimado", "maniento" — e muitos confessaram não gostar do concorrente.

No final, Ana acabou por garantir "um momentinho" só para os dois durante o dia de sexta-feira, 17 e Bruno pediu desculpa por ser "intempestivo".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.