Mais uma semana no "Big Brother" e, mais uma vez, Ana Morina está a sentir a resistência dos colegas de casa. A semana de bootcamp do "Big Brother" começou no domingo, 10 de outubro, e já há (mais) conflito. Os concorrentes estão a dormir em sacos cama no jardim da casa, sem acesso a privilégios, como tomar banho dentro de casa. Durante a tarde de terça-feira, 12, Bruno d'Almeida desrespeitou a regra e o grupo foi castigado com exercício físico.

Vânia Sá sobre a entrada da mãe no "Big Brother": "Vai chamar a Ana Morina à razão"
Vânia Sá sobre a entrada da mãe no "Big Brother": "Vai chamar a Ana Morina à razão"
Ver artigo

Ana Morina não gostou e insurgiu-se contra o colega. "Espero que tenha sido a última situação em que eu tive que pagar pelos teus caprichos". Bruno ironizou que a concorrente tinha dito que não falava mais com ele.

Imediatamente, gerou-se um clima de conflito dentro da casa contra a executiva de Murtosa. Para Aurora Sousa, Morina está a tentar criar confusão e utiliza os comportamentos do arquiteto para o atacar. "Alguém te apontou o dedo quando ficamos sem café à conta do teu capricho?" interrogou Rafael Teixeira, ao que Ana Morina respondeu que também não falava com o colega.

"Tu aqui não mandas nada. Tu aqui és uma igual a nós todos", continuou o empresário de Fafe, que aconselhou Ana Morina a não falhar enquanto estivesse dentro da casa. Depois de acusar a colega de ser "intrinsecamente má pessoa", Bruno explicou que não sabia que o acesso aos lavatórios estava, assim como ao chuveiro, proibido.

O grupo alegou, ainda, que a concorrente queria dar protoganismo e criticou a forma como se dirigiu a Bruno, sublinhando que se podia ter manifestado, mas de forma educada. Já sem a presença da executiva, Bruno disse aos colegas que esta estava a inventar situações para poder aparecer. "É malvada, é cruel", afirmou o arquiteto.

Ana Barbosa ressalvou que 11 nomeações à concorrente era "dar canal", mas Rafael e Bruno acusaram-na de contribuir para o destaque de Ana Morina, por continuar a falar sobre ela. Garantindo que a colega já tinha sobressaído sozinha, a emigrante pareceu convicta de que a sua "aliada a 50%" não será expulsa no próximo domingo, 17.

"Está a colher o que semeou", diz um dos concorrentes sobre Ana Morina

Rafael acrescentou que é acusado de falar alto e de ser bruto, mas a atitude de Ana Morina com Bruno conseguiu superar tudo o que disse dentro da casa.

Num momento anterior, Ana Barbosa e Felicidade Sá tinham conversado sobre a executiva de Murtosa. A emigrante considerou a colega "agridoce" e afirmou que não conseguiu ultrapassar o momento em que foi atacada numa gala. "Está a colher o que semeou", assegurou a nova concorrente, depois de dizer que Ana Morina está frágil e abandonada no jogo.

Ainda na terça-feira, 12, à noite, Ana Morina, em conversa com Ana Barbosa e João Ligeiro, acusou Bruno de ter manipulado "as coisas à maneira dele" e Rafael de ser "mandão". "Fui eu que chamei a atenção sobre isso. Fui eu que vi, mais ninguém viu, portanto eu já sabia que nós íamos ser penalizados", explicou a executiva, recordando que não só alertou Bruno, como também comentou a situação com a emigrante.

Ana Morina, António Bravo, Letícia Gonçalves e Yeniffer Campos são os nomeados em risco de expulsão no próximo domingo, 17. Como é habitual, a MAGG abriu uma sondagem para saber quem é o favorito dos leitores.

Responda à sondagem aqui.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.