Nuno Homem de Sá foi expulso do "Big Brother — Desafio Final" este domingo, 22 de maio, após obter 54% dos votos do público. Perdeu o duelo contra Gonçalo Quinaz, o segundo mais votado, com 46% dos votos. O ator abandona a casa mais vigiada do país depois daquela que foi a "semana mais intensa" do programa, de acordo com Cristina Ferreira.

Nuno Homem de Sá perde duelo final contra Gonçalo Quinaz. 8% dos votos separaram-nos
Nuno Homem de Sá perde duelo final contra Gonçalo Quinaz. 8% dos votos separaram-nos
Ver artigo

Na quarta-feira, Homem de Sá e Quinaz envolveram-se num confronto que quase partiu para a violência física. Já cá fora, esta segunda-feira, o ator falou com os jornalistas sobre a experiência e, como era de esperar, foi este o tema principal da conversa. Para Nuno, a confusão existiu porque Quinaz "projetou para si" aquilo "que se passava com Leandro".

"Eu era o confidente do Leandro. Estávamos bastante próximos, já por nos conhecermos lá fora e da outra edição", começou por explicar. "Quando o Leandro sai, o Quinaz ficou todo empoderado e disse-me que ainda havia de sair o tiro pela culatra e que íamos ver como é que era", continuou, argumentando que o comentador terá ficado "com a ideia" de que Nuno andaria a falar dele com Leandro, mas o ator assume que apenas ouvia e consentia.

"Se fosse o Macau, ainda pensava duas vezes. O Quinaz é um franganito"

A relação entre Quinaz e Leandro não era a melhor. Segundo Nuno, Quinaz "andava atrás do Leandro, a melgar, só para desestabilizar, nada de grave". Então, graças à proximidade entre os dois, Quinaz, de acordo com Nuno, terá feito do ator um alvo a abater. As picardias entre os dois culminaram no que se sucedeu na quarta-feira.

Ana Barbosa, grande amiga de Quinaz dentro do jogo, foi expulsa pelos portugueses (em vez de Nuno), pelo que o ator aproveitou para provocar, como admite, o colega de casa, que depois "partiu para a esfera pessoal". "Ele aproveita o direto com a Cristina Ferreira", lembra Nuno. "Fez ali uma lista de coisas que eram totalmente falsas e eu com falsidade não me dou bem", continua a explicar aos jornalistas.

"Deixei-o falar, virei-me e disse: 'tu és muito mentiroso e a mentira tem perna curta’". Depois de Gonçalo ter previamente referido que os filhos o estariam a ver, Nuno acabou por pegar nessa afirmação. "Espero que estejam a ver para verem a porcaria de exemplo que estás a dar", citou. "E depois ali começa uma troca de galhardetes."

Questionado pelos jornalistas acerca de se temeu uma agressão física de Quinaz, respondeu: "Se fosse o Macau, ainda pensava duas vezes. O Quinaz é um franganito. Pratiquei artes marciais a vida toda, sei defender-me". "Ele fez-me aquilo que me acusava de ter feito. Que raio de exemplo é este?", questionou o ator, que admitiu ter ficado a olhar para Quinaz "com olhar provocador".

"Ele não é assim tão esperto e a coisa acabou por descambar", acrescentou, argumentando que o empresário já havia falado dos filhos e da mulher de Leandro. "E, antes de entrar no programa, mencionou a minha companheira sem a conhecer de lado nenhum, sem saber quem era, sem a ter visto", disse também, embora tenha garantido que não levou "nenhum rancor" para dentro da casa. "Ele próprio pôs-se a jeito."

"Ele está tão preocupado em parecer bem e mostrar que é um homem renovado que acaba por não ter jogo"

As últimas imagens vistas da forte discussão entre os dois são de Quinaz na casa de banho, por ordem do Big Brother. Às tantas, depois de começar a "partir coisas", conta Nuno, começa a correr em direção à sala, acabando, "enraivecido", por empurrar Catarina Siqueira. E nada mais se vê. De acordo com Nuno, Quinaz "foi direito à sala outra vez, só que o Big Brother fechou as portas e ele desatou aos pontapés às portas".

"Eu estava ali expectante a ver quando é que o rapaz furava por ali e se teria de me defender ou não", divulga. "Nunca acreditei que o Gonçalo tivesse qualquer intenção de me agredir. Ele é um rapaz esperto, não digo inteligente. Sabe que, se há uma agressão, é expulsão direta", salvaguarda, acreditando que "ele devia ter sido expulso" por "danificar o equipamento ao pontapé".

O ator crê que o ex-futebolista "causou ali uma tensão... uma coisa horrorosa, especialmente na Bruna". E, "como ele fazia parte daquele grupinho maioritário, procederam a compreendê-lo", por ter falado dos filhos, explicou aos jornalistas. Cá fora, não tem intenção de falar com Quinaz, a menos que os seus caminhos se cruzem.

"Tratá-lo-ei com respeito como trato toda a gente, desde que ele não venha com agressividades e a pisar-me os calos com conversa de chacha", avisa. Os dois reconciliaram-se este sábado por iniciativa de Nuno Homem de Sá, que continua a achar que Quinaz é o elo mais fraco. "Ele está tão preocupado em parecer bem e mostrar que é um homem renovado que acaba por não ter jogo. É tentar passar entre os pingos da chuva e chegar à final", crê.

"Acreditei sempre que as pessoas iam acabar por entender como eu jogo, que não íamos ter de descer tão baixo no que diz respeito a calúnias"

Para Nuno, "Quinaz é o jogador mais fraco, porque anda à boleia da Catarina, da Ana Barbosa, e agora do Macau", que "por si, também não tem ali grande jogo". O justo vencedor, para o ator, é Pedro Guedes, que "consegue estar bem com todos sem faltar à verdade, sem deixar de ser ele próprio" e que "é uma pessoa harmoniosa e genuína, que gosta de estar bem no mundo".

O ator da TVI acha que os concorrentes "foram varrendo para fora alguns dos aliados" que tinha na casa. "A tentar desacreditar-me, a tentar cancelar-me, a tentar isolar-me, a tentar fazer uma espécie de anti-jogo. Se não tenho ferramentas suficientes para criar coisas, vou jogar usando os outros", elaborou, acreditando que o seu "principal obstáculo" foi a sua "inocência".

"Porque acreditei sempre que as pessoas iam acabar por entender como eu jogo, que não íamos ter de descer tão baixo no que diz respeito a calúnias, ofensas, esse tipo de coisas". Em comparação com o "Big Brother Famosos 1", no qual participou, achou esta edição "menos dura". "Aqui tive mais espaço para brincar, fazer mais pelo programa. Aqui tive mais tempo também", comparou. No geral, "foi uma experiência muito positiva".

Saídas do programa, tanto Jaciara como Ana Barbosa revelaram que Nuno lhes havia mandado mensagens antes de entrarem na casa. Jaciara chegou a dizer que o ator tentou formar uma aliança consigo, algo que este vem agora desmentir. "Eu não estava à procura de alianças. Se houvesse uma empatia, pelo menos tínhamos esse ponto de contacto", argumentou.

"Enviei mensagens a todas as pessoas de cujo contacto eu tinha e que apareceram na imprensa algures. As minhas mensagens eram 'Vais entrar no programa? Podes dizer?'", alega, confessando ser "fã" de Ana Barbosa no BB21. "E estava até entusiasmado quando ouvi falar que era possível ela entrar no programa". "Com a Jaciara foi exatamente a mesma coisa, mas foi mais a meter-me com ela, como já a conhecia da outra edição".

"A Jaciara devia abrir um processo contra ela própria. Faz aquele circo todo. Infelizmente é só inconsequente. Há-de voltar para a terra dela"

Ainda sobre Jaciara, a brasileira afirmou que tinha planos de abrir um processo contra o ator e que os seus advogados já estariam a tratar do assunto. Confrontado com esta situação, Nuno Homem de Sá acha "que a Jaciara devia abrir um processo contra ela própria". "Faz aquele circo todo. Infelizmente é só inconsequente. Há-de voltar para a terra dela, fazer lá a vida dela", considera.

O ator de 60 anos mostra-se confuso quanto ao que se passa entre os dois: "Ainda gostava de saber o que é que foi que eu lhe fiz, porque ela não explica". "E depois tem a bandeirinha das mulheres ofendidas, por amor de Deus. Quantas mulheres é que se revêem na Jaciara?", perguntou, antes de começar a cantar "Que mal te fiz eu", tema de Leandro.

Para o futuro, vem aí um "projeto na área da televisão", "muito possivelmente" para a TVI. Quanto à vida pessoal, o ator tem planos de voltar a ser pai, desta vez com a atual companheira, Frederica Lima, que está, segundo o mesmo, "super orgulhosa" da prestação do namorado.

Nuno Homem de Sá já tem três filhos de relações anteriores. Aos 60 anos, quer voltar a ser pai "em absoluto". "Eu, que pensava que já tinha fechado a loja a criancinhas", recordou, afirmando que, neste caso, "é impossível não querer dar oportunidade à genética".

"Acho que vai dar uma coisa muito linda", confirmou. "Ser avô do meu próprio filho é uma coisa um bocado estranha", brincou, também.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.