Foi Tanya a concorrente do "Big Brother Famosos" que, na gala de domingo (27), ficou com o "coração partido". A cantora teve 77% dos votos do público e, por isso, abandonou o desafio no qual entrou um mês antes. Cá fora, esteve à conversa com os jornalistas e aproveitou para comentar o que sobre ela tem sido dito e escrito.

O regresso à realidade foi "avassalador". "Muita informação que não estava à espera de receber, muitas novidades, muitas coisas que aconteceram", disse Tanya aos jornalistas esta segunda-feira (28). Reconhece que a última semana na casa "foi de altos e baixos", já que "não estava muito bem", mas acha que "o formato é extraordinário e deve continuar". Findo o papel de concorrente, "adorava" ser comentadora do programa.

"Big Brother Famosos". Marie foi falsa expulsa, mas Tanya não se safou. Sai com 77% dos votos
"Big Brother Famosos". Marie foi falsa expulsa, mas Tanya não se safou. Sai com 77% dos votos
Ver artigo

Para vencedores, aponta Marie ou Daniel Kenedy, "duas pessoas que precisam do programa". "Cá fora, eles vão precisar de ter uma alavanca. E acho que mereciam", justificou. Tanya acredita que Marie "até podia ter o seu próprio programa" e que Daniel "precisa só de uma orientação".

"Achou que eu era um alvo a abater"

Tanya foi avisada do facto de Bernardo Sousa ter andado a fazer perguntas a outros colegas acerca da sexualidade da artista. "Incomoda-me", garantiu, esperando que o piloto se dirigisse a ela e não aos outros para satisfazer essa curiosidade. Durante a última semana, a comunicação social avançou que Tanya se encontra numa relação homossexual — algo que a artista confirmou esta segunda-feira.

"As duas primeiras pessoas que se aperceberam da minha orientação foram a Marie e a Bruna", contou, frisando a grande amizade que desenvolveu com a brasileira. No entanto, Tanya apercebeu-se de que Bernardo "começou a ter dúvidas" quanto a esta aproximação.

"Achou que eu era um alvo a abater por causa dela, porque pensou que eu devia ter interesse na Bruna. Nada disso é real", esclareceu. "Eu também olhava para os homens lá e também gostava de os ver em tronco nu", comparou, explicando que tal não significava querer algo para além de amizade.

Por este motivo, optou por afastar-se de Bruna Gomes: "Eu quis respeitar o facto de eles estarem numa relação e dar essa segurança ao Bernardo". Já cá fora, admite que teria feito as coisas de modo diferente: "Queria ter jogado um bocadinho mais com eles".

Coloca o futuro do casal desta edição do reality show nas mãos da influenciadora. "Conhecendo a Bruna como conheço, ela vai querer esperar primeiro para ver cá fora como é o Bernardo para decidir. Só depois é que vai decidir se vai continuar ou não", assegurou.

"A minha sexualidade não define nada da pessoa que sou. Nunca falei sobre isso, porque nunca me foi perguntado"

Tanya pertenceu à dupla TAITY entre 1998 e 2012, ano em que decidiu abandonar o projeto que hoje é detido por Cathy, ex-colega, e o produtor José Félix. A MAGG falou com Cathy acerca desta decisão de Tanya, sendo que a cantora explicou que motivos terão impulsionado este desfecho.

Além disso, Cathy assegurou que hoje as duas se encontram de relações cortadas. Durante a semana que passou, a "TV7Dias" avançou que Tanya é casada, desde 2015, com uma mulher — algo que a mesma confirmou esta segunda-feira. Para Cathy, este relacionamento terá impulsionado a saída da cantora da dupla.

Também de acordo com Cathy, o alegado relacionamento entre Tanya e Jorge Guerreiro (que Tanya desmente) aconteceu porque esta "nunca quis assumir" a orientação sexual. "Como é que hei-de explicar isso? Podemos chamar isso de um namoro de faz de conta, de conveniência", disse à "TV7Dias" a ex-colega da concorrente.

Cathy das TAYTI arrasa Tanya. "Andou a contar mentiras sobre o meu marido"
Cathy das TAYTI arrasa Tanya. "Andou a contar mentiras sobre o meu marido"
Ver artigo

Confrontada com estas declarações de Cathy, Tanya comentou: "Para mim, só mostra o caráter da minha ex-colega". "A minha sexualidade não define nada da pessoa que eu sou. Nunca falei sobre isso, porque nunca me foi perguntado", justificou. "Eu já sabia que esta situação poderia vir a público", garantiu, embora preferisse "que tivesse sido de uma forma mais natural".

"Metade de Lagos sabia que nós estávamos juntas", avançou, referindo-se à atual reação. "Não ando com uma bandeira a falar sobre isso, porque não tenho de falar". A cantora admite que poderia teria falado deste assunto caso lhe tivesse perguntado. "Não me deram jogo para eu poder ir por aí. Eu não escondi nada, simplesmente não aconteceu."

"Não tenho nada para assumir ou não assumir"

"Não andamo na rua a dizer que somos heteros ou gays. Não tenho nada para assumir ou não assumir, porque sou casada e sou bem casada", crê. "Aquilo que me deixou mais insegura foi a minha relação e saber se estava tudo bem", disse, justificando a inquietude de que sofreu no programa.

"Se eu tivesse sabido alguma coisa, ia começar a jogar de outra maneira. Juro. Ia falar, ia dizer exatamente aquilo que queria dizer", assegura, caso tivesse sabido notícias da relação e da atual companheira, "uma mulher muito inteligente, uma pessoa que sabe estar".

A mulher da artista, de acordo com a mesma, "lidou um bocadinho mal com o facto de lhe terem ligado" após a notícia ser publicada. "Ela não queria que essa situação tivesse acontecido. Entrou numa vida que não queria, que é estar com uma pessoa que é conhecida. Acho que foi a situação mais complicada para ela".

Caso o estado civil fosse diferente, Tanya poderia ponderar envolver-se dentro da casa: "O Marco é uma pessoa lindíssima e, se calhar, se eu não tivesse com a pessoa com quem estou, se calhar, era uma pessoa que eu eventualmente poderia ter alguma coisa. O Fernando a mesma coisa".

Outra das notícias que saíram alegava que  Tanya teria namorado durante "uns aninhos" (de acordo com Cathy) com Jorge Guerreiro, cantor popular que ficou em segundo lugar na passada edição do reality show. Agora, a artista nega tudo. "Sempre fomos muito amigos, eu gosto muito dele, mas nunca houve uma relação entre mim e ele. Isto foi coisas da cabeça dela, só pode".

Para Tanya, trata-se de "ciúme". "É a única palavra que tenho a dizer. Mais uma vez, quero que falem sobre mim. Eu vim para este programa para ser falada", reconhece, apesar de preferir colocar o passado para trás. "O meu maior sonho na música, de facto, era que as coisas começassem a acontecer como Tanya, a Tanya do ex-Big Brother" e não como ex-TAYTI.

"As TAYTI não me deram nada para isto que eu tenho agora. Foi tudo aquilo que eu consegui após"

"Estou muito grata pelo que me aconteceu, foi uma experiência única, aprendi muito com eles os dois", disse, referindo-se a Cathy e ao antigo produtor da dupla. "Mas não gosto do facto de ter saído e não ter sido tida em consideração. Eu dei muito ao projeto e, afinal, não dei, porque a paga é a que estou a ter agora", desabafou.

Apesar desta gratidão, sente necessidade em separar as águas: "As TAYTI não me deram nada para isto que eu tenho agora. Foi tudo aquilo que eu consegui após". Dentro do programa, garante nunca ter falado das TAYTI. "Falei sempre como Tanya. Se ela acha que eu fui para lá por causa disso, não foi. Foi por mérito meu, porque eu voltei a cantar e porque as pessoas gostam de mim".

Tanya diz ter pedido à produção para não passarem músicas das TAYTI e recordou a altura em que recorreu a advogados por ter recebido uma carta a intimidarem-na e a expressar que, caso "falasse do passado", iria para tribunal. Os esclarecimentos não ficam por aqui, e faltou saber, afinal, o que ditou o final do duo — de acordo com a perspetiva de Tanya.

"Eu decidi sair, na altura, porque o meu pai já não estava muito bem em termos de saúde e a relação que eu tinha estava no Algarve", avançou, frisando que é uma relação diferente daquela que mantém de momento. Gerir tudo "estava a tornar-se um bocadinho inviável".

A artista avança que chegou a ponderar aceitar "fazer um revival" com Cathy, já que "conseguia perdoar as coisas que ficaram para trás", mas esta ideia já caiu por terra. "Senti que eles ficaram magoados de eu ter saído. Eu não saí a mal. Se alguém ficou mal, foram eles", frisou.

"Amo cantar, mas não vou morrer na estrada pela música"

O pai de Tanya sofria de uma doença degenerativa, tendo sido diagnosticado com epilepsia aos 18 anos. "A função motora dele, de vez em quando, parava". A artista relembra o que sentia: "Não estou a ser verdadeira para a música. Isto não me está a correr bem. Estou a ficar cada vez mais triste e desanimada".

Chegou a referir as viagens de carro que fazia em prol dos compromissos musicais, mencionando uma específica, em que foi do Algarve ao Porto. "Fechei os olhos nessa noite. Amo cantar, mas eu não vou morrer na estrada pela música. Nesse dia, eu decidi: o meu caminho está traçado, que é parar", contou.

A relação que tinha na altura, também com uma mulher, "não foi muito boa". "Levou-me muita energia, pela parte negativa", confidenciou. Dentro da casa do Big Brother, Tanya deu a entender ter sofrido de violência doméstica, algo agora também confirmado pela cantora.

"Nessa relação, eu sofri de violência doméstica e não foi bom". Assegura ter engordado mais 15kg e ter começado o atual relacionamento "a medo", graças a estes episódios. "Mas estou muito bem", garante, expressando a "pena" que sente por o pai, grande apoiante da atual relação, ter morrido antes da união. "O meu maior sonho era que ele tivesse assistido ao casamento."

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.