Yeniffer descreve-se como "desconfiada e observadora", mas considera que, dentro da casa do "Big Brother", era um "alvo a abater". A instrutora de Zumba foi expulsa na gala deste domingo, 24 de outubro.

Ana Morina sofreu de depressão pós-parto "Estive 365 dias sem conseguir dormir uma noite seguida"
Ana Morina sofreu de depressão pós-parto "Estive 365 dias sem conseguir dormir uma noite seguida"
Ver artigo

Em conferência de imprensa, assumiu-se aliada de Fábio — com o apoio de Ana Barbosa — e explica que, como estratégia para "virar" o jogo, pretendia afastar Joana e Ricardo que, segundo garante, agiriam de forma diferente em separado. "Estão colados como as lapas. (...) Gostava do Ricardo, no início, como jogador e ele acabou por se fechar e a Joana mais numa de controlar."

Logo na primeira semana, notou que Ricardo despertou a atenção de Joana, mas não deu conta do contrário. Considerando que o comissário de bordo perdeu o foco no jogo, Yeniffer explica aos jornalistas que, na última semana na casa da Malveira, tentou "apertar" com ele, no sentido de perceber como desempenha o papel de pai.

"Acaba por ter muitas coisas contraditórias, daí acreditar que o Ricardo está muito focado no que os outros vão pensar e, então, depois tem ali a Joana como outro pilar. E, por aí, sucessivamente: o Rafael, o Rui. (...) Acho que eles tentam criar algo estratégico, mas não funciona assim tão bem e é ela [Joana] que consegue controlar o Ricardo."

Referindo-se ao facto de o jovem não querer apresentar mulheres aos filhos, a instrutora de Zumba recorda o que lhe disse: "aqui [na casa do "Big Brother"] estás preocupado em dar um beijo, quando já fizeste outras coisas com ela [Joana], que estás colado a ela, que estás sentado em cima dela". "Isso para mim não faz sentido, quando ele utiliza os filhos para desculpar alguma coisa", sublinha.

Depois de Rita ter falado das noites de Joana e Ricardo e das conversas debaixo dos lençóis, os apresentadores do formato abordaram o tópico, na gala de domingo, 24, com a concorrente de Anadia. Yeniffer não confirma relações sexuais entre o casal, mas garante que "estão agarrados, abraçadinhos, dão beijinhos".

Em relação ao outro "casal" da casa da Malveira, que se tem falados nos últimos dias, a instrutora de Zumba é assertiva: "A Aurora gosta do João, mas o João não gosta da Aurora e a Débora simplesmente tentou desestabilizar, como ela tenta desestabilizar tudo."

Para a ex-concorrente, Ana Barbosa e António são os mais fortes e Ana Morina está a perder destaque. "Dava-lhe só mais duas semanas, não estou a ver o que possa ali [na casa do "Big Brother"] criar. Para mim, já cansa." Em relação aos prognósticos para a próxima semana, confessa que gostava que fosse Ricardo a sair, para mexer com o jogo, ou Ana Morina.

Apesar de, nas primeiras semanas, ter sentido algum medo de "ferir" os colegas e ser rejeitada, Yeniffer assegura aos jornalistas que manteve a sua personalidade. "Tento sempre ser positiva, alegre, gosto de ver as pessoas com um sorriso, gosto de puxar por elas e quando tenho que dizer alguma coisa, digo. (...) Comparando com as colegas que lá estão que andam só a fugir, acho que não foi justo". 

fora da casa do "Big Brother", Yeniffer conta as horas para o namorado, que é polícia,voltar do estrangeiro e prepara-se para regressar à sua vida. Além de instrutora de Zumba, é bailarina, personal trainer, no ginásio Fitness Hut, em Oeiras e quer dedicar-se às redes sociais. "Gosto de inspirar, tanto mulheres, como homens, puxar pelas pessoas", revela, em declarações aos jornalistas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.