Estão a abrir vários alojamentos em Portugal nas últimas semanas — relembramos o The Emerald House Lisbon, o Mama Shelter e o MW Douro Wine & Spa —, mas porque não tirar um momento para olhar para aqueles que somam décadas de história, ou mesmo séculos, e que se mantêm firmes e hirtos na estrutura e nos sonhos de quem gostava um dia de lá dormir?

Portugal tem até aquele que é o hotel mais antigo da Península Ibérica, o Lawrence’s Hotel, aberto desde 1764. Eça de Queirós e os cadernos nos quais escreveu grandes obras já andaram por estes corredores e agora são os telemóveis dos hóspedes modernos que correm a ligar-se ao wi-fi que os percorrem.

Podia ser o quarto da rainha Elsa, do "Frozen", mas fica num hotel de gelo. Veja as fotos
Podia ser o quarto da rainha Elsa, do "Frozen", mas fica num hotel de gelo. Veja as fotos
Ver artigo

É o sinal da mudança dos tempos e também da forma como cada unidade antiga soube adaptar-se. Referimo-nos não só à Internet, como às camas mais confortáveis e ao pequeno-almoço que atualmente, em alguns casos, inclui opções vegetais e tendências da alimentação, como as papas de aveia. O que não muda mesmo, felizmente, é o ambiente que nos leva para um filme histórico, como "O Grande Gatsby", a que o Hotel Astória, em Coimbra, nos remete.

Vamos a uma viagem no tempo?

Lawrence’s Hotel

Lawrence’s Hotel
Lawrence’s Hotel créditos: Lawrence’s Hotel

Retomamos o mais antigo de Portugal e Espanha, nascido em 1764, para começar esta linha histórica de hotéis. Pelo Lawrence’s Hotel, em Sintra, passaram nomes como Lord Byron e Eça de Queirós, que ficaram alojados num dos quartos e suites da unidade. Alguns até têm lareira incorporada, intensificando ainda mais o ambiente de outros tempos, composto por cabeceiras que quase não se encontram atualmente, mobiliário antigo, cortinados pesados que têm de ser afastados para apreciar a vista para a misteriosa serra de Sintra e pisos de carvalho brilhantes.

O Lawrence’s Hotel preserva ainda a gastronomia portuguesa no restaurante Lawrence's —com medalhões de porco preto grelhados e aromatizados com vinho do Porto (16,50€) ou o tradicional bacalhau, com batatas e legumes frescos (17€) ,"receita tradicional do tempo de Eça de Queiroz", informa o hotel — e tem ainda o Bar Lawrence's para um chá quente no inverno ou um vinho refrescante no verão, bebido na Esplanada Vila, com vista para o Castelo dos Mouros.

Uma noite no Lawrence’s Hotel custa desde 119€.

Lawrence’s Hotel

Localização: Rua Consigliéri Pedroso 38-40 Sintra, 2710-550 Portugal
Reservas: +351 219 105 500

Hotel Duas Nações

Hotel Duas Nações
Hotel Duas Nações créditos: booking

Fica no coração de Lisboa e de há tanto tempo estar na rua da Vitória, junto à rua Augusta, até acaba por passar despercebido. O Hotel Duas Nações, o primeiro hotel de Lisboa, foi fundado em 1879, tempos em que ainda permanecia a monarquia Constitucional do reinado de D. Luís I.

Os quartos variam entre as tipologias individual e twin superior e todos têm uma decoração marcada pelo dourado das colchas pesadas, aspeto antigo que contrasta com a televisão moderna sem caixa.

Ao longo destes anos, o que mudou também foi o preço, que antes custava entre 1.300 e 2.500 réis e agora tem o valor mínimo de 49€ por noite para duas pessoas.

Hotel Duas Nações

Localização: Rua da Vitória, N.º39, Lisboa Lisboa 1100-051, Portugal
Reservas: +351 213 460 710/ reservas@duasnacoes.com

Grande Hotel do Porto

Grande Hotel do Porto
Grande Hotel do Porto créditos: Grande Hotel do Porto

As portas abriram-se em 1880 para os locais e turistas que iam até ao Porto à procura de uma experiência de luxo. Isso não mudou, ainda que o Grande Hotel do Porto seja um dos hotéis mais antigos do Porto (perde para o Grande Hotel de Paris). Ao que se sabe, este não foi visitado por Eça de Queiroz, mas foi frequentado pelo Dr. Ricardo Jorge, um dos responsáveis pela direção dos duches da unidade.

A traça original foi mantida desde 1880, mas modernizaram-se os serviços — há agora wi-fi, massagens e babysitter —, assim como um pequeno-almoço mais variado servido no restaurante D. Pedro II e composto por pães e bolos variados, fruta e até ovos Benedict. Ao fim de semana é ainda servido brunch, que inclui papas de aveia (3€), ovo Transmontano (dois ovos estrelados e farinheira grelhada em pão saloio) por 7€ e até uma tosta portuguesa recheada com doce de morango, natas doces e molho de chocolate (4€).

Para dormir, o valor é a partir de 53,30€ para duas pessoas, por noite.

Grande Hotel do Porto

Localização: Grande Hotel do Porto, Rua de Santa Catarina, 197, 4000-450 Porto
Reservas: +351 222 076 696/ reservas@grandehotelporto.com

Hotel Astória

Hotel Astória
Hotel Astória créditos: Hotel Astória

Chegamos a 1926, data em que abriu o Hotel Astória, em Coimbra, e na altura tudo era luxo: a central telefónica, a primeira a funcionar num hotel de Portugal, o elevador, o aquecimento central e o requintado mobiliário. Hoje em dia, são coisas que damos como adquiridas, mas que só com uma estadia neste hotel somos capazes de relembrar.

Pode já não haver chás dançantes, mas continua a hospitalidade, as peças originais de época que decoram os quartos, o histórico Bar 21 e o pequeno-almoço buffet servido no emblemático restaurante Salão Mondego. Mas atenção ao alerta da unidade experiente: "Caso não aprecie antiguidades, este não será certamente hotel para si".

Uma noite para duas pessoas custa a partir de 56€ para duas pessoas por noite, com pequeno-almoço incluído.

Hotel Astória

Localização: Av. Emídio Navarro, 21, 3000-150 Coimbra – Portugal
Reservas: 239 853 020/ astoria@almeidahotels.pt

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa
Ritz Four Seasons Hotel Lisboa créditos: fourseasons

Quase dispensa apresentações, mas não podia ficar de fora da lista por ser um dos mais emblemáticos e também dos tais que está nos sonhos de algumas pessoas há décadas. Nasceu em 1959 para animar a cidade de Lisboa e a chama que incendiou a cidade na época nunca se apagou. Aliás, voltou a ter mais fogo em dezembro, altura em que abriu o Kabuki, um novo restaurante japonês vindo diretamente de Madrid para o Parque Eduardo VII.

A digestão dos menus de degustação do Kabuki ou do recentemente premiado com a primeira estrela Michelin, o restaurante CURA, do chef Pedro Pena Bastos, faz-se nos quartos mais ou menos históricos. Dizemo-lo porque em 2019 os quartos e suites sofreram uma renovação levada a cabo pelo atelier OITOEMPONTO, no entanto, o passado continua presente e coexiste com apontamentos Art Deco.

Uma noite custa desde 655€ por noite, para duas pessoas.

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa

Localização: Rua Rodrigo da Fonseca, 88, Lisboa, 1099-039
Reservas: 351 (21) 381-1423

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.