Há segundas-feiras que nem com café a energia e motivação aparecem, mas esta tem um sabor diferente. Começámos a semana de trabalho a saber que será mais curta, não só porque é feriado na sexta-feira, como logo na segunda-feira seguinte. Não é caso para ficar atrapalhado sem saber o que fazer com tantos dias livres: aqui vão cinco sugestões para aproveitar ao máximo.

Podem ser estadias num hotel cheio de novidades, como o InterContinental Cascais-Estoril, um passeio de comboio ida e volta num dia para ver e degustar as famosas cerejas do Fundão sem ter de gastar dinheiro a dormir fora ou um piquenique na praia.

Um roteiro pela Costa Vicentina que vai além das idas à praia e passeios pelos trilhos
Um roteiro pela Costa Vicentina que vai além das idas à praia e passeios pelos trilhos
Ver artigo

São vários os planos que pode fazer e dentro de Portugal e tendo em conta que são feriados bem portugueses — 10 de junho, dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, e 13 de junho, dia de Santo António — só assim faria sentido.

Abasteça o carro (gasto duro mas que se justifica para espairecer nos quatro dias sem trabalho) e faça-se ao caminho de uma destas experiências.

1. Piquenique e vinhos com vista para o Douro

Quinta de Santa Teresa
Quinta de Santa Teresa créditos: divulgação

E que tal um piquenique para o feriado? Não precisa de arranjar nada, só de ir até à quinta de Santa Teresa, em Baião, distrito do Porto e região de Vinhos Verdes, para desfrutar de uma cesta completa, desde as iguarias típicas aos vinhos locais (já para não falar da vista panorâmica sobre o vale do rio Douro que se tem a partir da quinta).

É o programa ideal para fazer no fim de semana prolongado, que ainda está a alguns dias do início do verão. Por isso, ainda dá para estar ao ar livre sem necessitar de ter o corpo de molho, sendo que a alternativa proposta por esta quinta é molhar os lábios nos vinhos.

Na base do piquenique estão os sabores regionais, como queijo com compota caseira, alheira de Baião, tarte de cebola, salada com vegetais da horta da quinta de Santa Teresa enriquecida com requeijão, rabanete e sultanas e morangos biológicos. A estes juntam-se os vinhos, que também pode ser provados noutros programas já existentes (desde 15€), como o without limits, e visita e prova Standard.

Já o novo programa de enoturismo piquenique Quinta de Santa Teresa, que inclui visita à quinta, petiscos regionais e vinho, custa 30€ por pessoa.

Quinta de Santa Teresa

Localização: Quinta de Santa Teresa, Rua de Arufe, 530, 4640-342 Loivos da Ribeira, Baião
Reservas: +351 229 419 378/9; info@andwines.pt; online 

2. Ficar no novo hotel no centro de Lisboa e aproveitar os Santos Populares

Cais Urban Lodge
Cais Urban Lodge créditos: divulgação

Lisboa tem um novo alojamento e abre portas na altura certa: os Santos Populares. A unidade situada entre bairros do Chiado e Cais do Sodré chama-se Cais Urban Lodge, nome que não lhe deve ser de todo estranho. Lembra-se do Zero Box Lodge Coimbra? Pois bem. A Mainside, proprietária da ZeroHotels, que detém o conceito inspirado nas cápsulas japonesas presente no Porto e Coimbra, também chegou a Lisboa, no entanto, em vez de cápsulas, o Cais Urban Lodge é composto por três tipologias diferentes — suites, studios e apartamentos de uma a seis pessoas — de total conforto e aptas para um grupo de amigos ou família.

Aquilo que se mantém do conceito ZeroHotels é a oferta de uma garrafa de cerveja exclusiva ZERO à chegada e a decoração e ambiente descontraído que convida a diversão dentro e fora do hotel (desde 110€ por noite para duas pessoas).

Cais Urban Lodge

Localização: Rua do Ferragial, 31ª, Cais do Sodré, Lisboa
Reservas: 961554364/ cais@thezerohotels.com

Por falar em diversão, se aproveitar para ficar no novo hotel no coração de Lisboa no fim de semana prolongado, dê um saltinho aos Santos Populares. Nos feriados de 10 e 13 de junho há festa garantida, incluindo na Misericórdia, apenas a 10 minutos a pé do novo Cais Urban Lodge.

A Blue Target, em parceria com a Junta de Freguesia da Misericórdia e a Sagres, organizou um programa mais do que animado para as festas, com nomes bem conhecidos no arraial que vai ter lugar no Miradouro de São Pedro de Alcântara. A 10 de junho atua Ruth Marlene e na noite de 12 de junho marcará presença Quina Barreiros. Caso vá depois dos feriados, conte com Toy a 29 de junho. A entrada é gratuita, assim como a diversão. Só paga mesmo a gula, desde sardinhas assadas e bifanas a sangria e farturas.

3. Novo, novo, novo. Tudo a postos no InterContinental Cascais-Estoril

Ocean Spot Pool bar
Ocean Spot Pool bar créditos: divulgação

Para todas as disponibilidades de tempo e financeiras, o InterContinental Cascais-Estoril tem uma sugestão. O hotel preparou-se para oferecer o melhor para o verão e, sem saber, também para os feriados. A cerca de 30 minutos de Lisboa vai encontrar não só a unidade com uma das melhores vistas mar, como o regresso do Ocean Spot Pool Bar, com nova decoração, novos cocktails e novos pratos para acompanhar uma tarde junto à piscina recém reaberta.

Quando ao início enfatizámos o "novo", fizemo-lo porque são várias as novidades a descobrir. No Ocean Spot, com novo menu, pode provar a nova salada caprese com molho pesto, o hambúrguer Ocean Spot ou o wrap de salmão by the sea e gelados Santini nas sobremesas.

Qualquer hóspede pode aceder a este espaço, assim como quem for ao InterContinental Cascais-Estoril só para passar uma tarde na piscina. Para isso foram novamente lançados os pacotes pool pass, com direto a água à chegada, espetada de fruta, chapéu de sol, toalhas e espreguiçadeira (desde os 59€ de segunda-eira a quinta-feira e 79€ de sexta-feira a domingo), e o premium pool pass, que acrescenta ao anterior um prato principal e uma bebida (entre os 79€ de segunda-feira a quinta-feira e os 99€ de sexta-feira a domingo) no Ocean Spot Pool Bar.

Já se optar por ficar a dormir no hotel nos feriados, aproveite a campanha de verão summer of wonder (320€ por noite, por quarto), com alojamento, pequeno-almoço para duas pessoas e um resort credit de 30€ por pessoa para o Ocean Spot.

InterContinental Cascais - Estoril
Avenida Marginal, 8023
2765-249 Monte Estoril
Portugal

Contactos: +351 218 291 100
reception.estoril@ihg.com

Site, Facebook e Instagram

Horários

Spa Intercontinental by L'Occitane - Segunda a Domingo das 10h às 18h30
Bago du Vin - Domingo a Quinta das 12h – 24h | Sexta e Sábado das 12h – 1h
Ocean Spot Pool Bar - 12h – 20h

4. Ir ao Fundão à boleia do comboio turístico da cereja

Comboio turístico da cereja
Comboio turístico da cereja créditos: divulgação

Não é o fruto mais barato, mas é um dos mais apetecidos e não só para comer. Estamos na época das cerejas e as do Fundão são as mais célebres, tanto que todos os anos até dão origem à Campanha da Cereja do Fundão, promovida pelo município do Fundão, que engloba uma série de eventos.

Entre eles está o comboio turístico da cereja, viagem nos comboios da Comboios de Portugal (CP) que está disponível todos os sábados durante o mês de junho, o que vem mesmo a calhar a 11, dia que faz parte do fim de semana prolongado de 10 a 13. A rota das cerejas do Fundão tem partida na estação Santa Apolónia, em Lisboa, às 8h15, e vai em direção à região da Beira Baixa, Fundão, que não vive só de cereja nesta altura.

Uma vez chegados ao destino, os participantes desta viagem temática serão levados por um autocarro até à Soalheira para visitar a queijaria tradicional Quinta do Pomar e provar o que lá se produz. Outro dos momentos gastronómicos da rota é a visita a um pomar de cerejeiras na Quinta do Pombal, em Aldeia Nova do Cabo, com prova e oferta de um quilo de cerejas para levar no regresso que é feito pelas 19h07. A viagem dá ainda a oportunidade de apreciar as vistas para paisagem a Serra da Gardunha e a Cova da Beira.

O comboio turístico da cereja custa 62€ para quem parte de Lisboa (ou desde 56€ noutras estações) e inclui viagem em comboio Intercidades em 2.ª classe, café de boas vindas, transfer, almoço, visitas, acompanhamento de guia e seguro de acidentes pessoais. Pode fazer a reserva por telefone (249 145 026 / 917 158 696) ou e-mail (visitas@caminhosdahistoria.com).

5. Sabe o que é orzo? Vai aprender de faca e garfo no novo NANA on the Beach

Orzo - NANA on the Beach
Orzo - NANA on the Beach créditos: divulgação

Acaba de abrir um restaurante mesmo em frente à praia de Armação de Pêra. É NANA on the Beach, no Armação Beach Club, e faz parte do hotel Vila Vita Parc. A freguesia do município português de Silves é de certo modo subestimada por ter pouca vida noturna e por ter a já famosa "praia fantasma", que se deve ao facto de o pouco areal levar muitas pessoas a montar os chapéus de sol de madrugada e voltar horas mais tarde, mas agora tem um novo espaço que é a prova de que Armação de Pêra tem muita vida, além de boa comida, com inspiração grega.

No NANA on the Beach vai encontrar dips mediterrânicos de queijo feta ligeiramente picante acompanhados por pão pita caseiro da padaria do Vila Vita (5,50€), polvo grelhado com harissa, azeite de tomate, pimentos assados e duas especialidades: orzos (massa em forma de arroz frita com farinha de sêmola) com camarão (18€ para duas pessoas) e moussaka de novilho e borrego com beringela (24€ para duas pessoas). Por fim, prove as caseiras tartes gregas de ricotta e mel (7,50€) ou os gelados gregos artesanais com mel e nozes (8,50€).

O restaurante vai estar aberto até ao final da estação e em alguns dias vai ser surpreendido com animação de DJ.

NANA on the Beach

Localização: Rua da Praia, Armação de Pêra
Horário: de quarta-feira a domingo, das 10h às 22h
Reservas: ResDiary.com ou por telefone 282 314 697

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.