Não é Belize, não parece ser Tróia, como sugeriu Ana Galvão e concordou Joana Marques na rubrica "Extremamente Desagradável" da Rádio Renascença, e também não pode ser Cascais onde João Rendeiro tem uma mansão. Nenhuma destas localizações vai ao encontro do que disse o antigo banqueiro João Rendeiro ao novo canal CNN Portugal. Segundo disse, está num "local onde se fala português e perto do mar", com citou a jornalista Judite de Sousa a 22 de novembro — dia em que estreou a CNN.

Logo aqui temos duas pistas: se se fala português, não é em Portugal, e se há mar, já podemos pôr de parte uma grande lista de países que não são banhados por uma única gota de água. Palpites sobre o local onde está João Rendeiro? Talvez Cabo Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Macau (cujas línguas oficiais são o português e o chinês) ou Brasil.

Memes, humor e críticas. Como a internet viu (e reagiu) à estreia da CNN Portugal
Memes, humor e críticas. Como a internet viu (e reagiu) à estreia da CNN Portugal
Ver artigo

Já temos aqui uma boa lista e as hipóteses excluem-se de cada vez que João Rendeiro detalha o seu dia a dia, embora sempre com grande secretismo. Além de dizer que lá fora faz uma vida "perfeitamente normal, tal como fazia em Lisboa ou em Cascais", vai "ao ginásio e à praia" e também a restaurantes.

Se quiser ver se descobre João Rendeiro e ao mesmo tempo passar umas férias perto da praia, eis cinco sítios idílicos para ficar bem escondido e descansar em pleno.

1. Moçambique

Quando João Rendeiro fala na qualidade de vida que tem, especialmente o facto de estar perto do mar, idealizamos logo uma ilha. E qual seria se estivesse em Moçambique? Arriscamos a ilha de Bazaruto, a maior do arquipélago de Bazaruto e onde fica um dos hotéis mais incríveis para passar umas férias.

Pode ser o local onde está a viver o antigo presidente do BPP, talvez não com o dinheiro que terá ficado com os crimes de que é acusado — uma longa lista (curta quando comparada "com os 60 de Ricardo Salgado", afirmou João Rendeiro, que inclui crimes de burla qualificada — mas com o trabalho em projetos internacionais que João Rendeiro disse estar a desenvolver no local onde se encontra.

Seja onde for, quem vai de férias tem de ficar no Anantara Bazaruto Island Resort, um hotel de cinco estrelas para descansar o corpo nas camas com vista mar e a mente no spa ou na piscina infinita com vista privilegiada para o Oceano Índico. Quanto a restaurantes, há quatro à escolha, todos inspirados na gastronomia local e com ingredientes que vão diretamente do oceano para as cozinhas de luxo.

Uma noite para duas pessoas custa a partir de 606€.

Explorar a ilha de Bazaruto

Para algo diferente, pode sair do resort e visitar outro com um conceito diferente: o Kisawa, que é mais do que uma unidade hoteleira no arquipélago de Bazaruto. É um santuário que tem como objetivo preservar os 300 hectares de floresta e onde os hóspedes VIP e que não arredam pé são os animais em redor do resort composto por 22 bungalows. Também aqui pode provar o que é mais típico em Moçambique no restaurante Barraca e para matar saudades de comidas de outras partes mundo, tem um um tuk-tuk de pizzas e a comida do Main Terrace & Library, cozinhada lentamente no fogo.

A biodiversidade do arquipélago de Bazaruto (declarado Reserva Marítima Nacional em 1971) são a maior atração turística, razão pela qual esta região é procurada para a prática de mergulho, snorkeling, observação de golfinhos — atividades que ambos os resorts proporcionam.

2. Angola

Há pérolas que não se encontram na Booking e ainda bem. Primeiro, porque é uma vantagem para João Rendeiro caso lá esteja, segundo porque permanece um lugar secreto, como se tem mantido o Resort Netu’s. Fica na Península do Mussulo e mesmo em frente ao bar está a praia, o que significa que, enquanto bebe uma água de coco, pode estar a desfrutar da vista mar e do pôr do sol mais único que vai ver.

O descanso no resort faz-se em bungalows e a diversão acontece dentro da piscina ou a conviver na mesa do restaurante com peixe e marisco. Para chegar até ao Resort Netu’s é preciso apanhar um barco junto ao Museu da Escravatura, no Morro da Cruz, no lado de Luanda.

Uma noite para duas pessoas com 75 mil cuanza (cerca de 112,40€), com pequeno-almoço incluído. Contacto: +244 930 263 665

Explorar Angola

Angola é um país enorme, mas caso tenha tempo para conhecer mais alguns pontos é essencial que faça "check" nos seguintes. Começamos por falar no Parque Nacional do Quiçama, na província de Luanda, pela fauna e flora que lhe será mostrada a bordo de um jipe que para de vez para os turistas admirarem as girafas e elefantes.

Já na província de Malanje ficam as impressionantes Quedas de Calandula, que quase fazem lembrar a catarata Salto Ángel que inspirou o filme "Up - Altamente", e também as Pedras Negras de Pungo Andongo, um conjunto de formações rochosas com milhões de anos. Já na província do Cuanza Sul, vai encontrar as Cachoeiras do Binga.

3. Cabo Verde

Aquela que foi a aposta da humorista Joana Marques quando avaliou a entrevista de João Rendeiro à CNN no programa "Extremamente Desagradável", pode bem ser certeira. Em Cabo Verde fala-se português, há praia, restaurantes e até ginásio — pelo menos dentro do hotel de que lhe vamos falar.

É o Pestana Tropico Ocean & City Hotel e está localizado na ilha de Santiago. "Perto do mar" foi uma das pistas deixadas pelo antigo banqueiro e este hotel cumpre com o requisito, uma vez que fica mesmo "em frente ao mar", como descreve a plataforma Booking e comprovam as fotos.

Se há lugar onde qualquer um gostava de esconder-se por tempo indeterminado é aqui, porque ter todos os essenciais e até um pouco mais: o preço apelativo (menos de 70€ por noite), wi-fi, televisão LCD nos quartos, piscina exterior de água salgada, sala de fitness, pequeno-almoço buffet incluído e proximidade ao centro executivo, financeiro, educativo e cultural de Cabo Verde. Restaurante? Também há, o Creole Food & Arts Restaurant, com gastronomia típica.

Uma noite para duas pessoas custa a partir de 68€.

Explorar a ilha de Santiago

Perto do hotel não falta o que ver, sendo que tem de fazer uma paragem no deslumbrante forte de São Filipe, a primeira e mais importante fortificação do arquipélago localizado a 120 metros acima do nível do mar, que foi considerado património mundial. Para continuar a conhecer as origens de Cabo Verde terá de ir até à Cidade Velha, a primeira capital de Cabo Verde. Aponte também no roteiro a Serra da Malagueta, o mercado no Plateau e o Miradouro Diogo Gomes, com vista para o ilhéu de Santa Maria.

4. Brasil

Sonhar bem alto é o que vai pensar quando vir as fotografias do Mercure Angra dos Reis, no estado de Rio de Janeiro. Tendo em conta as quatro estrelas, a piscina infinita com uma pequena ilha no meio e o pão de queijo servido ao pequeno-almoço, já estará a prever que este hotel é um balúrdio. Mas não. Custa menos de 100€ por noite e mesmo assim parece ser local que o antigo banqueiro escolheria para ficar.

Além de tudo isto, o Mercure Angra dos Reis tem, como não podia deixar de ser, um centro de fitness e um restaurante. Menos útil para João Rendeiro, mas ideal para famílias, tem ainda um parque infantil.

Uma noite para duas pessoas custa desde 90€, com pequeno-almoço incluído.

Explorar Angra dos reis

Antes de mais nada, se estiver a pensar ir a Angra dos Reis ainda este ano, tem de passar na Vila Natal do município, que está aberta até 6 de janeiro e tem sempre músicas natalícias, luzes de Natal e a figura principal: o Pai Natal. Já em qualquer altura do ano deve visitar a ilha Cataguás, a Lagoa Azul e provar a gastronomia do Kiosk Bistrô enquanto vê o mar.

5. Macau

"Já fui ao Brasil; Praia e Bissau; Angola Moçambique; Goa e Macau" é a música que nos ocorre para terminar este roteiro em busca de João Rendeiro, o conquistador de telespectadores que ficaram curiosos com o sítio que descreveu quase como se fosse um paraíso. Afinal, o que queremos mais do que estar perto da praia e ir a restaurantes?

Talvez só estar no Altira Macau, hotel no coração de Taipa, classificado com cinco estrelas, embora a escala rebente à noite quando das janelas em vidro do chão ao teto se vê o céu estrelado de Macau. Já de dia, é a vista mar (eis o pormenor que indica que o ex-banqueiro pode aqui estar) que impressiona. O mar também se avista do ginásio e motiva até quem não é fã de desporto.

Quando João Rendeiro refere que sai para ir a restaurantes, se for no Altira Macau, tem até um para cada dia útil da semana. A unidade conta com cinco restaurantes — o Ying, o Tenmasa e o Monsoon (asiáticos), o Aurora (italiano) e o 38 Lounge (internacional) — e este último tem a particularidade de oferecer vista para a Península de Macau a partir do terraço exterior.

Uma noite para duas pessoas custa desde 122€.

Explorar Macau

Em Macau não falta o que ver, fazer e comer, mas damos destaque a este último ponto. Nesta cidade pode ter a experiência de comer num restaurante não com uma, mas com três estrelas Michelin. É o Jade Dragon, um espaço luxoso, com alta gastronomia que serve nos pratos a essência das tradições cantonesas.

Quanto a atrações, é incontornável ir até à Torre de Macau, bem como ao casino do The Venetian e ao Templo de A-Má, que terá sido construído por pescadores chineses no século XV.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.