As mulheres que estejam solteiras e que não tenham filhos são consideradas as mais felizes do mundo. Além disso, têm mais probabilidades de ser saudáveis e de viverem mais tempo do que aqueles que vivem assoberbados pelas responsabilidades diárias. Pelo menos, é esta a conclusão de Paul Dolan, professor, psicólogo e especialista em Ciências Comportamentais da Escola de Economia e Ciência Polícia de Londres, no Reino Unido.

Numa das suas palestras, que decorreu na região de Hay-on-Wye, no País de Gales, Paul Dolan diz que os novos estudos são suficientes para poder afirmar que os métodos tradicionais de sucesso social, como o casamento ou a maternidade, não se traduzem necessariamente em níveis de felicidade individuais.

Quantos anos ganha se tiver um estilo de vida saudável?
Quantos anos ganha se tiver um estilo de vida saudável?
Ver artigo

E o especialista garante que enquanto os homens têm "tendência a assentar" e a arriscar pouco assim que se casam, o mesmo não acontece com as mulheres.

"O grupo populacional mais saudável e feliz são as mulheres que nunca casaram e que não têm filhos. Vou fazer um grande 'desserviço' à ciência académica e dizer isto: se forem homens, provavelmente devem casar, mas se forem mulheres, não se preocupem com isso", cita o jornal britânico "Independent", que terá assistido à palestra.

E continua, convicto: "As pessoas casadas são as mais felizes do mundo, mas só quando o parceiro está no quarto para lhes perguntar o quão felizes se sentem. Quando o parceiro não está, sentem-se miseráveis."

Apesar disso, esta não é a primeira vez que o facto de uma mulher ser solteira e não ter filhos está associado a uma suposta taxa de felicidade superior à de outros grupos populacionais.

Anda sempre de chávena de chá na mão? Pode viver mais tempo, diz estudo
Anda sempre de chávena de chá na mão? Pode viver mais tempo, diz estudo
Ver artigo

Em bom rigor, Bob Nicholson, historiador, publicou uma longa série de tweets no Twitter na qual, citando uma revista de 1889, mostrava algumas declarações de mulheres que viviam no século XIX e que respondiam à questão: "Porque é que eu sou uma solteirona?"

Numa delas, lê-se a seguinte justificação, que parece ir ao encontro da opinião de Paul Dolan: "Porque não tenho interesse em alargar a minha coleção de animais e o animal Homem parece-me menos doce do que um cão, de menos afetos do que um gato e muito menos engraçado do que um macaco."

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.