Os últimos tempos não têm sido fáceis e a verdade é que todos estamos a precisar de relaxar, aproveitar o ar livre em segurança e desfrutar de atividades que nos afastem da realidade da COVID-19. A pensar em todos os que se querem sentir mais próximos da natureza, a Ashtanga Cascais, liderada por Vera Simões, professora de ioga e autora do livro "Parar. Sentir. Respirar", lançou mais um retiro que, desta vez, junta meditação, ioga e stand up paddle (SUP).

"É uma lufada de ar fresco. São três dias no meio da natureza, com aulas que nos vão ensinar a estar connosco mesmos, a acalmar a mente, a renovarmos a nossa fé, esperança e confiança. Há uma sensação de renovação de energias e aprendemos a largar tensões, medos e ansiedades. Os retiros sempre fizeram sentido, mas acho que hoje em dia ganham uma importância ainda maior", começa por dizer Vera Simões, em entrevista à MAGG.

"Time Off". É tempo de tirar dois dias para caminhar, comer e beber com vista para o Douro
"Time Off". É tempo de tirar dois dias para caminhar, comer e beber com vista para o Douro
Ver artigo

Com data marcada para os dias 4, 5 e 6 de junho, este retiro terá lugar na Quinta dos Raposeiros, na Ericeira, mas há várias atividades pensadas para serem realizadas na natureza envolvente. A partir das 15 horas do primeiro dia, 4, Vera começará a receber os convidados e a apresentar as instalações, mas a introdução ao retiro só começa pelas 18 horas. A ideia é que todos consigam estar presentes nesse momento.

A primeira aula terá como objetivo explicar os alicerces fundamentais para o equilíbrio do corpo e da mente e fazer uma introdução à prática de ioga. Por fim, há um exercício de relaxamento guiado com foco no conhecimento da respiração.

Mesmo que não esteja habituado a este tipo de atividades, Vera garante que não há que ter medo. É que, ao longo dos três dias, todas as atividades serão adaptadas a cada participante.

Ainda na sexta-feira, poderá provar a primeira refeição que, tal como todas as outras, será confecionada por Joana Quirino da Whole Foods For My Soul. "Um dos alicerces fundamentais para o nosso equilíbrio, de que também vou falar, é a alimentação. A comida vai ser toda vegetariana, equilibrada e saborosa. A intenção é que as pessoas sejam felizes a comer", explica Vera à MAGG.

No sábado, 5, o dia começa com uma meditação. Segue-se o pequeno-almoço e depois a saída para a atividade de SUP, que decorrerá no Rio Lizandro e será orientada pelos instrutores da Ericeira Sup. Esta atividade está incluída no valor total do retiro, mas quem preferir ficar a desfrutar da Quinta ou das praias, pode sempre optar por fazê-lo.

Por volta das 17h será dado um workshop de Ashtanga ioga — "uma prática dinâmica e possível para todas as pessoas, que é ensinada de forma progressiva e que respeita as capacidades individuais de cada um".

"Vou ter vários alunos, todos com corpos diferentes e a prática é adaptada ao que eles necessitam", explica Vera, referindo que o objetivo do workshop será encontrar um caminho com princípios, obstáculos e soluções.

Do Douro ao mar, passando pela serra. 7 hotéis com vistas maravilhosas
Do Douro ao mar, passando pela serra. 7 hotéis com vistas maravilhosas
Ver artigo

As atividades do último dia começam pelas 8 horas. Uma vez mais com meditação e Ashtanga ioga, seguindo-se o pequeno-almoço e, por fim, a última atividade que será uma caminhada até à praia de São Lourenço, que, segundo Vera, é uma das mais bonitas da zona. A partir das 13h30, e até ao final do dia, todos os participantes do retiro podem desfrutar da Quinta dos Raposeiros livremente.

O programa é pensado para adultos, mas pode sempre entrar em contacto com a Ashtanga Cascais para obter mais informações. Devido à pandemia da COVID-19 é aconselhado o teste de despiste à chegada e os quartos duplos apenas podem ser divididos por pessoas do mesmo agregado familiar.

Para se inscrever no retiro, que tem o custo total de 360€, basta enviar email para info@ashtangacascais.com. O e-mail também é válido para esclarecimento de dúvidas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.