Deepak estava a brincar no quintal de casa em Pandarpadh, uma vila do distrito de Jashpur, na Índia, na segunda-feira, 31 de outubro, quando uma cobra venenosa se enrolou em volta da sua mão e atacou a criança. Como forma de se defender, a criança mordeu o réptil, e este acabou por morrer.

“A cobra enrolou-se à volta da minha mão e mordeu-me. Eu estava em sofrimento. Como o réptil não se mexeu quando eu tentei sacudi-lo, mordi-o com força duas vezes. Aconteceu tudo muito rápido”, explicou o menino de 8 anos ao jornal indiano “The New Indian Express”.

Mulher desaparecida encontrada morta dentro de uma cobra pitão
Mulher desaparecida encontrada morta dentro de uma cobra pitão
Ver artigo

Depois do acidente, a família de Deepak levou-o rapidamente para o centro de saúde mais próximo, e perceberam que, apesar de a criança ter sido mordida por uma cobra venenosa, o veneno não foi libertado para o corpo da criança. “Foi-lhe rapidamente administrado o antibiótico e Deepak foi mantido sob observação durante o dia todo até ter alta”, disse Jems Minj, o médico que o assistiu, à mesma publicação.

Um especialista em cobras explicou ao jornal indiano que a criança recuperou rápido e não mostrou qualquer sintoma, uma vez que a mordida da cobra foi seca e não libertou nenhum veneno. ”Mordidas de cobras como esta são dolorosas e podem provocar apenas sintomas locais em torno da área mordida”, explicou. 

Segundo um jornalista local, o distrito de Jashpur, na Índia, é conhecido pelo nome de Naglok, que significa “a casa das serpentes” por existirem mais de 200 espécies na zona. 

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.