A polícia encontrou restos mortais humanos, esta quarta-feira, 20 de outubro, junto a objetos pessoais de Brian Laundrie, desaparecido há várias semanas e nomeado "pessoa de interesse" no assassinato da namorada Gabrielle Petito.

Pais do namorado de Gabrielle Petito não sabem do paradeiro do filho, desaparecido há 2 semanas
Pais do namorado de Gabrielle Petito não sabem do paradeiro do filho, desaparecido há 2 semanas
Ver artigo

"Os investigadores encontraram aquilo que aparentam ser restos humanos ao pé dos objetos pessoais, como uma mochila e um notebook, que pertencem a Brian Laundrie", avançou Michael McPherson, líder da equipa de investigação do FBI em Tampa, na Florida, nos Estados Unidos.

"Os objetos foram encontrados numa área que, até há pouco tempo, estava submersa", acrescentou McPherson. Não há, até à data, qualquer indicação relativa ao estado de saúde de Brian Laundrie, no entanto, já há cães farejadores de cadáveres e médicos legistas no terreno, noticia a BBC.

"Forte probabilidade" de os restos mortais pertencerem a Brian Laundrie

Steve Bertolino, representante legal dos pais de Brian Laundrie, avançou que há uma "forte probabilidade" de os restos mortais pertencerem ao jovem de 23 anos, que se encontra desaparecido há várias semanas. "Vamos esperar pelos resultados forenses", acrescentou, em declarações à CNN.

O FBI adiantou, ainda, que as equipas de investigação forense vão permanecer no local "durante vários dias". "Sei que têm muitas perguntas, mais ainda não temos todas as respostas", afirmou Michael McPherson.

Corpo encontrado pertence a Gabrielle Petito. Médico legista confirma que se trata de homicídio
Corpo encontrado pertence a Gabrielle Petito. Médico legista confirma que se trata de homicídio
Ver artigo

Recorde-se de que o corpo de Gabrielle Petito esteve no deserto de Wyoming, nos Estados Unidos, cerca de um mês antes de ser encontrado, a 19 de setembro.

Brian Laundrie foi nomeado "pessoa de interesse" no assassinato da namorada, sendo que Gabrielle Petito foi vista pela última vez a 24 de agosto, num hotel em Salt Lake Ciy, enquanto viajava pelo país ao lado do jovem desaparecido.

O casal chegou a ser intercetado na estrada por polícias, após uma acesa e violenta discussão, mas os agentes deixaram-nos seguir. A jovem de 22 anos falava diariamente ao telefone com os pais, mas a partir de determinada altura passou a fazê-lo por mensagens. À imprensa, os pais deixam a hipótese de as últimas mensagens já não terem sido escritas pela filha.

A última vez que Gabby entrou em contacto com os pais foi no final de agosto, quando o casal estava na área do Parque Nacional de Grand Teton, nos Estados Unidos.

A 1 de setembro, Brian Laundrie regressou a North Port, onde morava, com a carrinha de Gabrielle Petito, mas sem a namorada. No entanto, sem sinais de Gabrielle Petito, dez dias depois, a 11 de setembro, a família da jovem de 22 anos participou o seu desaparecimento às autoridades.

Durante a investigação, a polícia foi a casa de Laundrie para tentar obter informações, mas este recusou-se a falar e, pouco depois, saiu de casa com uma mochila, dizendo aos pais que ia passar uns dias na reserva natural.

Posteriormente, a 12 de outubro, a autópsia de Gabrielle Petito revelou que a jovem foi vítima de estrangulamento. Até à data, Brian Laundrie continua desaparecido.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.