Desde que Valentina desapareceu que a mãe tem feito vários apelos no Facebook. Por várias vezes publicou mensagens como: “Meu anjo, volta para nós por favor” ou “ Meu Deus, meu amor, onde estás tu? Meu amor, volta para junto de nós, estamos desesperados”. Agora, que soube do desfecho, Sónia Fonseca voltou-se para o Facebook uma vez mais para agradecer a todos os que estiveram envolvidos na busca.

“Venho por este meio agradecer todas as ajudas que nos foram dadas. Às autoridades, a todas as pessoas que se ofereceram no modo geral nas buscas da minha filha, em meu nome e em nome de toda a minha família, muito muito muito obrigada de coração”, escreveu a mãe de Valentina na noite deste domingo, já depois de conhecer o desfecho da investigação.

Toda a história de como a PJ acredita que o pai e a madrasta mataram Valentina
Toda a história de como a PJ acredita que o pai e a madrasta mataram Valentina
Ver artigo

Valentina, de 9 anos, morreu na passada quarta-feira, 6 de maio, em circunstâncias que ainda estão por apurar. A Polícia Judiciária sabe que a morte ocorreu por “questões internas do funcionamento da família” e está a considerá-la como um cenário de crime por ter acontecido em “algum contexto de violência”. O pai e a madrasta são os principais suspeitos neste caso, que podem ser acusados de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

O desfecho deste caso chegou ao quarto dia de buscas por Valentina, que até àquele momento se pensava ter desaparecido de casa. O caso foi desvendado pelo filho mais velho da madrasta, com 11 anos, que explicou às autoridades ter visto a menina entrar na casa de banho e não a ter visto mais.

O casal vai ser apresentado a tribunal esta segunda-feira, 11 de maio, e poderá incorrer numa pena até 25 anos de prisão.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.