Dois dias depois de a SIC ter dado entrada em tribunal do processo contra Cristina Ferreira, exigindo uma indemnização de 20 milhões de euros à apresentadora, surge uma nova polémica que pode fortalecer a posição do canal de Pinto Balsemão. Cristina Ferreira poderá ter discutido o formato do novo programa de Rúben Rua e Helena Coelho,"VivaVida", que estreia este sábado, 26, na TVI, quando ainda era funcionária da SIC. A confusão surgiu após uma revelação do apresentador e modelo, que confirmou que se reuniu com Cristina Ferreira na primeira semana de julho para discutir o formato do programa. Só que nessa altura, Cristina ainda estava na SIC, e só viria a conhecer-se a sua saída a 17 de julho.

Rúben Rua foi um dos convidados de "O Dia de Cristina", na quarta-feira, 23 de setembro, onde esteve na companhia de Helena Coelho, para apresentarem o novo programa "VivaVida".

No decorrer da conversa com Rúben Rua, Cristina Ferreira questionou-o sobre há quanto tempo é que este sabia que iria apresentar este novo programa, percebendo-se que as negociações já estavam em andamento antes da data de saída da apresentadora da SIC.

“Desde a primeira semana de julho”, respondeu, ignorando o facto de a apresentadora só ter deixado a SIC a 17 de julho, depois de confrontada com rumores sobre negociações com a estação de Queluz. “Nessa segunda-feira tinha uma mensagem tua que dizia: ‘Miúdo, reunião, 4a feira às 11h (trabalho)’”, acrescentou Rúben Rua, contando ainda que a reunião teria envolvido a presença de Helena Coelho.

20.287.084,54 euros. Processo da SIC contra Cristina Ferreira já deu entrada em tribunal
20.287.084,54 euros. Processo da SIC contra Cristina Ferreira já deu entrada em tribunal
Ver artigo

Nessa mesma quarta-feira, Rúben Rua e Cristina Ferreira publicaram uma fotografia juntos nas redes sociais. Já Helena Coelho terá publicado um vídeo em que também revela que foi convidada para o programa em julho. A 10 desse mês, a blogger foi uma das convidadas para "O Programa da Cristina", na SIC. Com tudo isto, levantam-se as suspeitas: a nova accionista da TVI já estava a trabalhar com Queluz de Baixo antes de abandonar o canal de Daniel de Oliveira?

“Cristina Ferreira confirmou, em direto, estar a planear no início de julho um programa para um canal concorrente, mais de duas semanas antes de rescindir unilateralmente e sem fundamento o contrato com a SIC, onde era apresentadora, consultora da direção de programas e uma das figuras de proa da estação", reagiu a SIC ao jornal "Correio da Manhã". "Além de eticamente reprovável e um desrespeito para o público que a acompanhava na SIC, é seguramente uma gravíssima violação do contrato que a vinculava à estação”.

Ao mesmo jornal, fonte oficial disse ainda que estes são “elementos relevantes” no processo judicial em que o canal de Porto Salvo exige uma indemnização de 20 milhões de euros, e que foi entregue na quarta-feira, 23 de setembro.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.