Foi diagnosticado um tumor na mama a Joana Cruz. "Primeiro dia de confinamento. Mas este vai acompanhar-me cerca de 5 meses. Tenho um tumor na mama que, felizmente, vi a tempo", começou por escrever a animadora de rádio da RFM no Instagram, na noite de sexta-feira, 15 de janeiro.

O primeiro sinal surgiu depois de uma apalpação: "Comecei por sentir 'algo' diferente na palpação e resolvi ir ver o que era", conta, acrescentando que ainda em dezembro consultou um médico.

"Por causa dos feriados no início de dezembro, acabei por arranjar consulta num sítio onde nunca tinha ido, disseram-me que podia ser um quisto mas que daqui a 6 meses voltaríamos a ver."

Preocupada, não quis esperar e foi em busca de uma segunda opinião. "Não fiquei descansada nem quis esperar 6 meses para ter a certeza. Fui pedir uma segunda opinião. 1 a 0 para a minha intuição!", conta. "Agora aqui estou pronta para tratar um cancro na mama que se diz agressivo mas ele não sabe com quem se meteu!."

COVID-19 atrasa diagnóstico de quase mil cancros da mama, do colo do útero e colorretal
COVID-19 atrasa diagnóstico de quase mil cancros da mama, do colo do útero e colorretal
Ver artigo

A animadora da RFM alerta a sua comunidade de Instagram para a importância da apalpação: "Resta-me lembrar: faz a tua palpação mamária, faz exames com regularidade recomendada e em sítios de confiança, sobretudo!!! O tempo pode fazer a diferença como aqui. Estou pronta."

Várias figuras públicas — como Ana Sofia Martins, Inês Aires Pereira ou Vanessa Oliveira —  reagiram à publicação, dando palavras de força.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.