Cláudia Vieira tornou-se conhecida ao protagonizar a segunda temporada de “Morangos Com Açúcar”, da TVI, na qual assumiu o papel de Ana Luísa Rochinha, uma das protagonistas. Antes de entrar para o mundo da representação, não era este o rumo que Cláudia desejava para a sua vida.

Apesar de receber vários convites quando era mais nova, só quando atingiu a maioridade é que começou a aceitá-los. "O meu pai não achava muita graça", contou-nos. "E eu também não achava, na verdade. A minha mãe é que achava mais", continuou. "Eu era muito maria rapaz", revelou.

Estão escolhidas as novas caras da L'Agence. 20 modelos desfilaram, mas apenas 2 saíram vencedores
Estão escolhidas as novas caras da L'Agence. 20 modelos desfilaram, mas apenas 2 saíram vencedores
Ver artigo

"Não gostar de me cuidar, maquilhar... Essas coisas não me diziam nada", explicou-nos. "Havia meninas que adoravam e havia meninas que não", reforçou, admitindo sempre ter sido "muito ligada a desporto" e a "brincadeiras de rapazes". Porém, quando passou a ser agenciada, tudo mudou.

"Comecei por fazer trabalhos como manequim"

Cláudia Vieira é, há 20 anos, representada pela L’Agence. Foi com esta agência de modelos que iniciou a sua carreira e é onde se mantém até ao presente. "Quando entrei para a L’Agence, comecei por fazer trabalhos como manequim", disse à MAGG. Os "Morangos" surgiriam em 2004.

Esteve na TVI até 2007, tendo depois mudado para a SIC, onde permanece desde então. Com o apoio da L'Agence, conseguiu vários trabalhos de moda, anúncios, desfiles, campanhas, catálogos, novelas e programas. Mas porque é que nunca trocou de agência?

"Não sou de me acomodar. Se não estivesse bem, já tinha saído. Sempre que questionei alguma coisa na L’Agence, obtive a resposta de que precisava. Sempre que tive algum tipo de necessidade, senti o acompanhamento certo", garantiu à MAGG. "Eu não queria ser atriz quando entrei para a L’Agence", disse-nos a comunicadora de 44 anos.

Foi pelas mãos da agência que acabou por dar uma oportunidade ao que é hoje um dos seus principais focos: a representação. "De alguma forma, foram mostrando a minha versatilidade, o meu lado mais camaleónico", elaborou. "São pessoas que me acompanham desde sempre, que têm noção das minhas mais valias, do meu potencial, das minhas fragilidades e ajudam-me a trabalhar nas mesmas", considera.

Esta conversa decorreu no L'Agence Go Top Model, o desfile da agência, esta segunda-feira, 19 de setembro. Foi Cláudia Vieira quem apresentou esta edição. "Enquanto comunicadora e apresentadora, faz todo o sentido para mim apresentar um evento das novas pessoas que estão a integrar o mundo da moda através da mesma agência, com o mesmo objetivo de carreira", crê.

Cláudia Vieira
Cláudia Vieira apresentou a edição de 2022 do L'Agence Go Top Model. créditos: MAGG

Para a atriz e apresentadora, fazê-lo "é estar em casa". "Sinto-me muito uma representante da minha agência", reforçou, considerando este trabalho "especial". Atualmente, Cláudia Vieira é Dina Cruz em "Lua de Mel" e apresenta o programa "Cantor ou Impostor?", ambas produções da SIC.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.