"[Nesta entrevista] não seres viking, não seres Leandro, seres apenas Ivo, deixa-te mais ou menos à vontade?". Foi assim que Daniel Oliveira deu início à primeira entrevista de Ivo Lucas, que conduzia o carro envolvido no acidente de viação que levou à morte de Sara Carreira, com quem namorava à data da tragédia, a 5 de dezembro de 2020.

Ministério Público acusa Ivo Lucas de homicídio por negligência no acidente de Sara Carreira
Ministério Público acusa Ivo Lucas de homicídio por negligência no acidente de Sara Carreira
Ver artigo

No "Alta Definição" deste sábado, 26 de fevereiro, na SIC, o ator de 31 anos revela que, apesar de ter continuado a carreira artística, fê-lo porque sempre se sentiu protegido tanto na novela "Amor Amor", como no programa "A Máscara". Estava seguro, diz, por detrás de guiões cujo conteúdo não controlava ou escondido pelas barbas de um fato, não era ele que ali estava.

Ivo Lucas garante que a participação no programa da SIC, "A Máscara", no qual se sagrou vencedor, no passado dia 20 de fevereiro, foi crucial, mas que, nas primeiras horas depois de receber o convite, chegou a questionar se iria "conseguir". Isto porque, até então, diz, apesar de fazer parte do elenco de "Amor Amor", estava dentro "de uma bolha".

"Sabia que, no momento em que tirasse a máscara, era eu. Estava completamente solto em todas as galas, mas estava protegido. Se, por detrás, estava a rir, a chorar, bem-disposto ou mal-disposto, ninguém sabia", explica, acrescentando que só no momento em que soube que tinha sido eleito vencedor, é que "lhe caiu a ficha" e percebeu que tinha de mostrar a cara.

"Aí fiquei muito nervoso. Mas foi importante porque me fez desbloquear muita coisa". No momento da vitória, Ivo Lucas interpretou o tema “My Heart Will Go On”, enquanto, em lágrimas, olhava para cima. O vídeo tornou-se viral.

"Pensei: ‘eu não posso estar o dia todo fechado em casa. Ou sair, ir às gravações e vir para casa. Não posso mesmo. Então foi um desafio’. (...) E ainda bem que fui", diz.

"O que é que acontece depois de acontecer o pior?"

Sara Carreira morreu na sequência de um acidente de viação que aconteceu a 5 de dezembro de 2020. Ivo Lucas, namorado da filha de Tony Carreia à data da tragédia, era o condutor do veículo, que capotou várias vezes e ficou completamente destruído.

"Há um vazio. Há todo um espaço gigante de ‘o que é isto’ ‘quem sou eu’ ‘o que é estou a fazer’. É muita incerteza. Muita dúvida. Sentes-te perdido. Mas depois é também usares isso para tentares tornar-te a melhor versão de ti. Acreditares que a tempestade vai passar."

Ivo Lucas é uma das vozes de "Leva-me a Viajar", hino da Associação Sara Carreira
Ivo Lucas é uma das vozes de "Leva-me a Viajar", hino da Associação Sara Carreira
Ver artigo

Questionado por Daniel Oliveira, Ivo Lucas garante que há momentos em que seria mais fácil desistir. "Há dias em que é muito difícil (...) e tens de arranjar pequenos mecanismo para não ires para aí. Há dias em que era mais fácil desistir, mas não vai acontecer. Nunca", remata.

"Todos os dias é um dia novo. Perceber como é que vou lidar com a nova situação do dia ou uma nova relação pessoal. Eu próprio ainda estou a tentar perceber (...) quem sou eu. Perante tudo na vida. Mas é um processo de aprendizagem que estou disposto a percorrer."

Ivo Lucas recorda os primeiros meses após o acidente

Com os amigos e família, Ivo garante que fala bastante; mas perante tudo o resto, conta que é (e sempre foi) "bastante silencioso". Meses depois, considera que o apoio de quem lhe é próximo foi fundamental, mas avança que ainda não sabe lidar com a condescendência. "Não gosto que tenham pena de mim."

"Não deixei que a minha mãe me visse, durante muito tempo. Não queria que ela me visse assim. Acabei por ir para casa da minha irmã uns tempos e os meus pais dormiam no sofá. Durante meses dormiam no sofá, só para estarem lá quando me fosse deitar", diz.

"Estás a ver o que é um homem, de 30 anos, deitar-se na cama com os pais a aconchegá-lo. E tu vês os teus pais nessa situação e tentas fazer-te de forte, porque não queres que sofram. Quero que sejam felizes e tenham uma vida plena. (...) Não quero ser o motivo de uma lágrima do meu pai ou da minha mãe, nunca", acrescenta.

"Leva o teu tempo" foi a frase que, segundo Ivo Lucas, mais importância teve nos primeiros tempos após o acidente. “Podiam ter 30 mil discursos, mas nunca tentaram amenizar fosse o que fosse e pôr pozinhos de fantasia à volta."

Ivo Lucas demorou 6 meses a regressar às redes sociais

"Voltei às redes sociais no dia em saiu o hino da Associação Sara Carreira. Lembro-me de que estive não sei quantas horas sentado no chão da minha agência, com o meu agente, um dos meus melhores amigos ao meu lado e o telemóvel à minha frente. No momento em que carrego publicar, desato a chorar, numa descarga gigante", conta.

Voltar às gravações da novela da SIC, fazer "A Máscara” e receber o amor das pessoas são os três momentos que Ivo Lucas considera cruciais neste processo, "não de recuperação, mas de aprendizagem".

"Quando voltei às gravações, não foi fácil. Foi muito difícil, porque é quase tentares encontrar alguma normalidade na tua vida. É quase tentares encontrar a sensação de ‘ok, tenho de dar este passo’, mas depois pensares: ‘será que o devo dar’, ‘será que é a altura para dar este passo?’", explica o ator que dá vida à personagem Leandro, na novela da SIC "Amor Amor".

Ivo Lucas explica que o regresso foi crucial para o seu bem-estar, mas que há dois momentos que considera cruciais. "Um foi com o [Rui] Unas. A meio de uma cena, o Unas diz qualquer coisa ou eu digo qualquer coisa, e desmanchamo-nos a rir um para o outro e foi aquela sensação de ‘estou a rir’", avança.

"Pá, Ivo, é tão bom estares aqui. Gosto tanto de trabalhar contigo. Divirto-me imenso. Obrigado” foram as palavras de Rui Unas que Ivo Lucas diz guardar como das mais importantes de todo o processo. "Dei um passo e fui bem recebido", acrescenta.

Já o segundo foi com Rogério Samora — que morreu em dezembro de 2021, na sequência de um ataque cardíaco nas gravações da novela da SIC —, que fazia parte do elenco de  "Amor Amor". "A meio de uma cena, abraça-me, dá-me um beijo na cara e diz: gosto muito de ti". Esse momento, explica o ator e cantor, foi um "ok, estou bem, estamos aqui para o mesmo", explica.

Ivo Lucas garante que nunca vai falar publicamente sobre o acidente

"O regressar podia ter corrido mal para a minha cabeça, mas ainda bem que o fiz. Era o mundo a ruir todo, mas era regressar a uma normalidade", conta, enquanto reflete sobre o processo de luto, que caracteriza como "muito íntimo". "Tens de dar espaço para sofrer. Tens que dar espaço para chorar. Tens que te permitir cair. Porque, quando te levantares, vens com força."

Depois de uma entrevista em que Daniel Oliveira evita questionar detalhes concretos sobre o acidente que levou à morte de Sara Carreira, Ivo Lucas confirma, pela primeira vez, que nunca falará publicamente sobre o que aconteceu.

"Nunca expus a minha vida. Eu não exponho. O máximo que expus é isto. Acho que são coisas que dizem respeito a quem têm de dizer", avança. "Tudo o que tiver relacionado são coisas que são nossas. Percebo a vontade de as pessoas quererem saber, até pelo carinho, mas há coisas que só a nós dizem respeito", remata.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.