Em Trenchtown, bairro onde cresceu Bob Marley, os duques de Cambridge foram recebidos com entusiasmo e curiosidade, mas também protestos. Para a ocasião, Kate Middleton voltou a apostar num vestido estampado, repleto de cor. Só que, desta vez, a duquesa de Cambridge optou por uma peça vintage e em segunda mão, da Willow Hilson Vintage.

Trata-se de uma peça única, criada na década de 1950 e custou 443€. Tal como é possível ler no site da marca, não só o vestido é vintage, como também já foi usado. A Willow Hilson Vintage faz questão de avisar os clientes que as peças poderão ter pequenas marcas ou defeitos, causados pelo uso e pela passagem do tempo.  Kate Middleton completou o look com uma sandálias nude, da marca Russel & Bromley, que custam 234€.

Veja aqui as fotos

Manifestantes querem reconhecimento da escravatura e indemnizações

A Jamaica faz parte da Commonwealth, comunidade composta por 54 estados soberanos (a maioria antigos territórios britânicos), 15 dos quais têm a rainha Isabel II como chefe de Estado. Em dezembro, os Barbados proclamaram-se oficialmente uma república, deixando de ter a rainha como soberana e tornaram-se o primeiro país da Commonwealth a tomar essa decisão. A vontade de se libertarem deste vínculo formal com a monarca britânica é tema de discussão em várias ex-colónias, e a Jamaica não é exceção.

O país, o segundo da visita oficial de Kate e William às Caraíbas (que termina a 26 de março) é também aquele onde são recebidos com maior animosidade. Em causa estão exigências de pedidos de desculpa, o reconhecimento formal da existência de escravatura e também de indemnizações por danos causados pela monarquia britânica durante os anos de ocupação. À semelhança do que já aconteceu nos Barbados, também uma parte da população jamaicana quer que o país corte os laços formais com a monarquia, ou seja, que Isabel II deixe de ser chefe de Estado.

Não somos duquesas, mas precisamos deste vestido de Kate Middleton na nossa mala de férias
Não somos duquesas, mas precisamos deste vestido de Kate Middleton na nossa mala de férias
Ver artigo

De acordo com o "The Guardian", que cita uma fonte próxima dos duques, o príncipe William deverá mencionar o tema da escravatura no discurso desta quarta-feira à noite, durante um jantar oferecido pelo governador geral da Jamaica. "Kate e William beneficiam e são cúmplices porque estão posicionados numa posição de benefício dos nossos antepassados. E nós não estamos. O luxo e o estilo de vida que eles tiveram e continuam a ter, andando pelo mundo fora de graça, é o resultado do sangue, lágrimas e suor dos meus trisavós", afirma Opal Adisa, ativista de direitos humanos que participou nos protestos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.