Tom Hanks e a mulher, Rita Wilson, foram as primeiras caras conhecidas a divulgar que tinham sido diagnosticados com COVID-19. Passado mais de um mês, sabemos que o casal está bem e em casa e Tom, que ainda não abre a porta a ninguém, ligou a câmara para falar ao mundo através do programa "Saturday Night Live" da NBC. Não faltou o bom humor, mas também palavras sinceras sobre o tudo o que passou e que, na verdade, ainda está a enfrentar.

COVID-19. Dos políticos aos influencers, 22 personalidades infetadas com o vírus
COVID-19. Dos políticos aos influencers, 22 personalidades infetadas com o vírus
Ver artigo

"É uma altura estranha para tentar ter piada", começou por dizer. Mas esclareceu que ele e a mulher estão bem e que é bom estar de volta.

Tom Hanks apareceu em frente à câmara de cabelo cortado e isso não foi a única coisa que mudou em si: "Desde que fui diagnosticado que sou, mais do que nunca, um 'american dad' (pai americano). Ninguém quer estar perto de mim durante muito tempo e deixo as pessoas desconfortáveis", revelou o ator de 63 anos em tom de brincadeira.

Revelou ainda que foi bem tratado na Austrália, local onde lhe foi diagnosticada a doença, e aproveitou esse episódio para contar que no país medem a temperatura do corpo em graus celsius e que estranhou quando lhe revelaram  que tinha 36ºC. Nessa altura pensou, com ironia: "36 é bom, 38 é mau. Basicamente, é como Hollywood faz em relação às mulheres”.

Tom Hanks conta ainda que só este sábado, 11 de abril, vestiu algo mais formal: "Esta é a primeira vez que visto algo além de calças de treino desde 11 de março. A minha esposa teve de me ajudar a colocá-lo [o fato], porque esqueci-me como é que os botões funcionam".

Em dois meses, eu já tive COVID-19 200 vezes. E vocês?
Em dois meses, eu já tive COVID-19 200 vezes. E vocês?
Ver artigo

O ator não deixa de fazer referência ao pouco sentido que tem o nome do programa: "Já não há isso de sábados. Todos os dias são hoje", diz e introduz de seguida um novo convidado que não é nada mais do que Hanks noutro papel, com bigode e um cachimbo na mão. O ator pergunta-se a si mesmo qual é o segredo da forma física.

De volta ao fato, o ator explica que faz algum exercício e tenta ir com calma nos hidratos de carbono e nas bolachas. O monólogo termina com Hanks também a passar uma mensagem mais séria: "Fiquem a salvo. Vamos enfrentar isto juntos. Vamos agradecer aos profissionais de saúde, todos os ajudantes, aos trabalhadores dos supermercados, as pessoas que entregam a nossa comida", concluindo, por fim, com um agradecimento a todas as pessoas que mantêm o pais a funcionar.

"Precisamos deles mais do que nunca", acaba Tom Hanks.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.