Dois concorrentes da edição de 2020 do "Big Brother" estão a dar que falar por ligações ao tráfico de droga. O marido de Sónia Jesus e o pai de Edmar Teixeira foram detidos pela GNR por suspeita de gerirem uma rede de tráfico de droga em Trás-Os-Montes. Tudo terá começado nas galas do reality show da TVI.

Foi nas galas de domingo que Vítor Soares, marido de Sónia Jesus, e Amílcar Teixeira, pai de Edmar, se terão conhecido e percebido "que ambos negociavam com produtos proibidos", revela o "Correio da Manhã". De acordo com o mesmo jornal, o marido da ex-concorrente do BB2020 ter-se-á apercebido de que o pai de Edmar adquiria a droga em Espanha, que depois seria traficada no café que explorava em Mirandela.

Sónia Jesus. "No 'BB2020', devido ao meu estado emocional, não mostrei o melhor de mim"
Sónia Jesus. "No 'BB2020', devido ao meu estado emocional, não mostrei o melhor de mim"
Ver artigo

Vítor Soares terá garantido que conseguiria "o mesmo por um valor mais baixo" e estava montada a rede da dupla, que, durante ano e meio, forneceria cocaína à região de Trás-os-Montes. Após a operação "Semente em Pó", levada a cabo pela GNR por mais de um ano, os dois foram detidos na quarta-feira. Encontram-se em prisão preventiva.

"Eu não quero saber se ele foi preso ou não"

O marido e pai das duas filhas de Sónia Jesus (que está grávida do terceiro bebé) já havia cumprido uma pena suspensa por tráfico de droga em 2016, assim como relembrou o "Correio da Manhã". Desta vez, chefiava o grupo que foi alvo de vigilâncias e escutas. O mesmo jornal avança ainda que as autoridades conseguiram filmar encontros entre os envolvidos, incluindo entregas de droga.

Ao ser detido, Vítor Soares tinha na sua posse "30 gramas de cocaína e várias doses de haxixe". O marido da ex-BB2020 comprava a cocaína "na Galiza ou em bairros do Porto e Vila Nova de Gaia", sendo que depois a encaminhava para Amílcar Teixeira, que "a revendia a outros traficantes ou pequenos consumidores".

Sónia Jesus já reagiu à detenção do marido. "Feliz ou não, a lei da vida sempre é seguir em frente com a cabeça erguida", escreveu no Instagram, concluindo: "Obrigado pela invasão de força e carinho". Edmar Teixeira recorreu à mesma rede social para se pronunciar: "Eu não quero saber se ele foi preso ou não. O que eu quero saber é que não usem o meu nome para dizer 'Pai do Edmar foi preso'. Eu lá quero saber", reforçou.

Durante a operação "Semente em Pó", que começou às 8 horas de 31 de maio e terminou pelas 23 horas de 1 de junho, a GNR apreendeu 500 doses de cocaína, 26 de haxixe, 63 plantas de canábis, duas caçadeiras, um revólver, duas viaturas, 5275€ em numerário e diversas munições.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.